quinta-feira, 17 de agosto de 2017

DRUMMOND DE ANDRADE





Com cerca de 85 anos, 12 dias após o falecimento de sua filha,
partiu definitivamente - há 30 anos - o ilustre Poeta...
do Rio de Janeiro, cidade onde vivia desde os seus 32 anos.
Seu coração não resistiu ao profundo desgosto.
Para assinalar esta data, optei por um poema do seu primeiro
romance, escrito em 1930, era então um pai menino - Maria
Julieta tinha 2 anos. Para ele também foram os primeiros passos,
para da lei da morte se ir libertando, parafraseando Luís de Camões.
Cansados de trágicas notícias, optei por um poema divertido.
estamos todos bem precisados de um pouco de humor...
Sei que o Poeta concordaria.




 Balada do amor através das idades

Eu te gosto, você me gosta
desde tempos imemoriais.
Eu era grego, você troiana,
troiana, mas não Helena.
Saí do cavalo de pau
para matar seu irmão.
Matei, brigámos, morremos.
Virei soldado romano
perseguidor de cristãos.
Na porta da catacumba
Encontrei-te novamente.
Mas quando vi você nua
caída na areia do circo
e o leão que vinha vindo,
dei um pulo desesperado
e o leão comeu nós dois. 
Depois fui pirata mouro,
flagelo da Tripolitânia.
Toquei fogo na fragata
onde você se escondia
da fúria do meu bergantim.
Mas quando te ia pegar
e te fazer minha escrava,
você fez o sinal da cruz
e rasgou o peito a punhal...
Me suicidei também...
Depois (tempos mais amenos)
fui cortesão de Versailles,
espirituoso e devasso.
Você cismou de ser freira...
Pulei muro de convento,
mas complicações políticas
nos levaram à guilhotina.
Hoje sou moço moderno,
remo, pulo, danço, boxo,
tenho dinheiro no banco.
Você é loura notável,
boxa, dança, pula, rema.
Seu pai é que não faz gosto.
Mas depois de mil peripécias
eu, herói da Paramount,
te abraço, beijo e casamos.




Poderá gostar de ler outros 'posts' sobre o Poeta, em  -  I  -  II

16 comentários:

  1. Olá, querida amiga Majo!
    Feliz de que esteja melhorzinha e já postando, que bênção!
    Sabe, um dia também pensei em ser freira, rs.. (ri aqui com isso do poema)...
    O sinal da cruz tem forte poder destruidor de males da alma... eu creio!
    O final do poema é belo, gosto de romances (ou poemas) com finais felizes... beijar, abraçar e casar... lindo demais!
    Gostei do seu senso de humor... estou aprendendo a tê-lo polido também ( o tenho por herança genética por parte de pai)... as pessoas necessitam de um abraço de alma, de risos verdadeiros e de amizades sinceras como é a sua para comigo e a a recíproca é verdadeira, amiga.
    Seja muito feliz e abençoada!
    Melhoras a cada dia mais e mais...
    Bjm de paz e bem
    P.S Gosto da sinfonia que nos oferta hoje... relax na noite lidna que se faz em meu coração... obrigada pela partilha

    ResponderEliminar
  2. Pachelbel Canon in D e Drummond é para ler e ouvir ajoelhada! Lindo momento, onde aqui no Brasil, encerro minha noite... Não podia ser melhor! Obrigada!
    Muita saúde para você, Majo!
    Abraço.

    ResponderEliminar
  3. Uma bela homenagem, Majo.
    Beijinhos

    ResponderEliminar
  4. Oi,Majo, como estás? Espero tudo bem já!


    Esse poeta é maravilhoso e ganhou aqui uma bela homenagem e certamente gostaria... Bela escolha! bjs, ótimo dia! chica

    ResponderEliminar
  5. Um delicioso poema de Drummond de Andrade, poeta que aprecio muitíssimo. É muito interessante ver como ele vai caminhando pela História e faz com isso um humor requintado.
    Espero que a sua saúde esteja melhor.
    Um beijo, minha Amiga.

    ResponderEliminar
  6. Excelente escolha a sua- Amei Parabéns
    Obrigada pela partilha

    beijos

    ResponderEliminar
  7. Você escolheu a 'fina flor', Drummond dispensa maiores apresentações, mas um lado lindo é que era apaixonado pela filhinha. Assisti uma entrevista de Roberto Dávila com Ziraldo, e esse, contando que no velório, sua mulher (de Drummond) disse-lhe: coitadinho dele, né Ziraldo, o que ele faria aqui sem ela?...
    A força do amor. Não aguentou a morte da filha.
    Beijo, querida Majo.

    ResponderEliminar
  8. Majo
    Uma belissima homenagem, confesso que gosto deste poeta, e o poema que escolheu é muito bonito.
    Beijo
    :)

    ResponderEliminar
  9. Bela postagem, muito bem ilustrada e com pormenores que eu desconhecia. Parabéns, Majo!
    Abraço,

    ResponderEliminar
  10. Pois é Majo, hoje em minha cidade esteve em festa som várias comemorações ao filho ilustre, que ganhou o mundo depois que uma pedra surgiu em seu caminho, depois que viu a vida fluir devagar e acha-la besta.Drummond que viu os trens levarem sua serra em cada dia. Drummond que viu a quadrilha de de tantos amores e viu Policarpo casar sem ser membro da quadrilha. Falar de Drummond é viajar na sua obra com belos detalhes, e passear pelo Pico do Amor, viajar de trem, dar as costas para a praia.Uma homenagem bela e com inspiração bem escolhida. Itabira é a foto na parede.
    Parabéns pela homenagem e o carinho com os poetas brasileiros.
    Um lindo fim de semana com a saúde em paz.
    Bjs de paz.

    ResponderEliminar
  11. A particularidade das Homenagens que promoves é a tua própria sensibilidade: simples, preciosa, bela...
    Nas guerras do faz de conta, quem ganha é a fantasia.


    Beijo
    SOL

    ResponderEliminar
  12. Não é bonito isto? Que se quer mais?
    Música, poesia e um contar de Drummond pormenores que não são vulgares.
    A leitura do poema leva-nos numa viagem desde a antiguidade até à actualidade (do poeta).
    Rápido e completo restabelecimento, Majo.

    ResponderEliminar
  13. Aqui no Brasil várias homenagens a Drummond, que é atemporal!
    Ótima escolha Majo, adorei o poema que há tempos não via...

    Beijinhos
    Bia
    www.biaviagemambiental.blogspot.com

    ResponderEliminar
  14. Um poeta que muito admiro!
    Adorei o post e não sabia da sua morte nestas condições :((
    Beijinho, Majo

    ResponderEliminar
  15. Divertido mas com a marca da sua genialidade...
    Mais uma cuidada e sensível postagem.
    (Prendeu-me a foto do poeta com a sua menina...)
    BJ, Majo

    ResponderEliminar
  16. ~~~
    A VOSSA COLABORAÇÃO É UMA COMPLEMENTO FUNDAMENTAL...

    GRATÍSSIMA PELA COLABORAÇÃO E INCENTIVO.

    BEIJOS DE SINCERA AMIZADE.

    ~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~
    ~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~

    ResponderEliminar