DIREITOS DE AUTORIA

**************************************************** NO PAINEL SUPERIOR -- O TEJO JUNTO DE LISBOA ***************************************************

quarta-feira, 25 de março de 2020

DIAS DE POESIA ...

... ARTE » MÚSICA - POESIA - LITERATURA

 ~~ HOMENAGEM À POESIA E À ÁRVORE ~~


~~ 'Green leaves', lamento o lapso ~~



 ~~~ Velhas Árvores ~~~

 Olha estas velhas árvores, mais belas
Do que as árvores mais novas, mais amigas:
Tanto mais belas quanto mais antigas,
Vencedoras da idade e das procelas...

O homem, a fera e o insecto, à sombra delas
Vivem livres de fomes e fadigas
E em seus galhos abrigam-se as cantigas
E os amores das aves tagarelas.

Não choremos, amigo, a mocidade!
Envelheçamos rindo! envelheçamos
Como as árvores fortes envelhecem:

Na glória da alegria e da bondade
Agasalhando os pássaros nos ramos,
Dando sombra e consolo aos que padecem!

Olavo Bilac


1865  -  1918     
     Um dos expoentes do parnasianismo brasileiro.         
membro fundador da Academia Brasileira de Letras.   O estilo literário teve ampla representação no Brasil,   foi  muito  criticado  pelos  adeptos  do  modernismo,
  porém,  representou a cultura e valores dessa época.   
Apaixonados pelo aspeto artístico,  encontraram no
     soneto clássico a forma ideal de se expressarem.


sexta-feira, 20 de março de 2020

FELICITANDO OS PAIS ...

... ARTE » MÚSICA - POESIA -  LITERATURA

                              
O bandeneón de Carlos Buono que interpreta a música composta
pelo ilustre Astor Piazzola parece, mesmo, dizer «Adiós noninho»...
A música foi criada dias depois da morte de seu pai nascido em Itália,
a quem o neto, seu filho, chamava «noninho» - avozinho em italiano.

Piazzolla considerava este tango a sua obra-prima neste género musical.
Era amigo de Jorge Luis Borges e com ele fez parcerias poético-musicais.


Soneto de Nostalgia e Saudade de Jorge Luis Borges

... A CHUVA ...
           A minha tradução

De súbito, o dia ficou clareado
Porque a chuva que cai é bonançosa.
Cai ou caiu. A chuva é uma cousa
Que sem dúvida ocorre no passado.

Quem a escuta cair tem recuperado
O tal tempo em que a sorte venturosa
Lhe revelou uma flor chamada rosa
E a curiosa cor de um encarnado.

Esta chuva que vai cegando vidros
Alegrará em subúrbios perdidos
Negras uvas da cepa de certo horto

Distante que já não existe. A molhada
Tarde me traz a voz, voz desejada
De meu pai que retorna e não está morto.



... A todos os pais, um dia muito feliz ...

sexta-feira, 13 de março de 2020

'CANTARES DE ESPANHA'

... ARTE » MÚSICA - LITERATURA - POESIA - PINTURA ... 

          

Cantares de     
... António Machado ...     
Poeta do modernismo espanhol     

Sevilha, Espanha 1875 ~ Collioure, França 1939     

Tudo passa e tudo fica,
porém o nosso é passar,
passar fazendo caminhos
caminhos sobre o mar.
Nunca persegui a glória
nem deixar na memória
dos homens, minha canção,
  eu amo os mundos subtis...
Caminhante, são tuas pegadas
o caminho e nada mais;
Caminhante, não há caminho
se faz caminho ao andar.
Ao andar se faz caminho
e ao voltar a vista atrás
se vê a senda que nunca
se há-de voltar a pisar


 Por algum tempo neste lugar
onde hoje os bosques se vestem de espinhos
se ouviu a voz de um poeta gritar:
'caminhante, não há caminho,
se faz caminho ao andar'
Morreu o poeta longe do lar
cobre-lhe o pó de um país vizinho
Ao afastar-se viram-lhe chorar:
'Caminhante, não há caminho,
se faz caminho ao andar'
 Golpe a golpe, verso a verso...
Clique na imagem ...


~~~ Pinturas de Gerhard Nesvadba ~~~

domingo, 8 de março de 2020

... PERFUME FEMININO ...

... ARTE » MÚSICA - PINTURA - CITAÇÕES LITERÁRIAS ...



        

«Dizem que as mulheres
não devem ter opinião.
Ergo a cabeça ao insulto
com os lábios travessados de ironia»
... Graça Pires ...
 Fui quase todas as mulheres de Modigliani
         

«Mulher, virgem em fantasiosos devaneios;
parturiente de uma vida por conceber...
Tu! Mãe de filhos ainda por nascer,
peito carregado de nobres anseios!»
... Ana Tapadas ...
 «Será dos enxertos necessários,
o ensejo da renovação da selva,
da decantação do sangue,
da libertação das palavras
- que fendem os teus direitos, mulher!»
... Odete Ferreira ...

«É tempo de camélias no pino do inverno,
de ar frio, arrepio, força e cor,
poema, vigor na luta»
... Teresa Almeida ...
Um blogue bilingue
                ~

«Aquela coisa que um homem não chora... é muito triste; seria
ótimo se os homens deixassem mais florescer a  sua sensibilidade»
... O delicioso humor das crónicas de Taís Luso ...
 HOMEM E MULHER: ALGUMAS DIFERENÇAS
  

... Alguns  retratos  de  Amedeo  Modigliani ...
«O que busco não é o real nem o irreal 
e sim o inconsciente,
mistério do instintivo na raça humana»
Clique sobre uma imagem.
     IMAGENS 
    WIKIARTE