DIREITOS DE AUTORIA

**************************************************** NO PAINEL SUPERIOR -- O TEJO JUNTO DE LISBOA ***************************************************

sexta-feira, 29 de junho de 2018

O ADÁGIO DE ALBINONI



Em Berlim


«Em ti o meu olhar fez-se alvorada»...                           
                                   «E para te encontrar foi que eu nasci»...

Alvorada na Serra de Sintra


~~ D E S P E D I D A ~~

Em ti o meu olhar fez-se alvorada,
E a minha voz fez-se gorjeio de ninho,
E a minha rubra boca apaixonada
Teve a frescura pálida do linho.
*
Embriagou-me a tua boca como um vinho
 Fulvo de Espanha, em taça cinzelada,
E a minha cabeleira desatada
Põe a teus pés a sombra dum caminho.
*
Minhas pálpebras são cor de verbena,
Eu tenho os olhos garços, sou morena,
E para te encontrar foi que eu nasci.
*
Tens sido vida fora o meu desejo,
E agora, que te falo, que te vejo,
Não sei se te encontrei, se te perdi...

Florbela Espanca 


sábado, 23 de junho de 2018

ENRICO CARUSO





            
           1873 - 1921
            48 anos

Enrico Caruso é considerado o melhor intérprete de música erudita - desde sempre.  Luciano Pavaroti  o
considerava assim,  admirava-o muito e é  evidente
que o tenor napolitano foi sua fonte de  inspiração,
pois o de Modena interpretou todas as suas obras.
Pobre, Carusso trabalhou a fim de poder ter aulas
vocais... Em 1894 - aos 21 anos - iniciou a carreira
profissional no «bel canto», depressa conseguindo
              retumbante sucesso internacional.


Em 1986, hospedado no hotel de Sorrento, onde o tenor faleceu,
Lúcio Dalla fez a composição da canção Caruso, onde homenageia
não só o célebre tenor, como sua jovem esposa Dorothy Benjamin.
Em 1918 Dorothy - com 25 anos - casou contra a vontade do pai.
Tiveram uma filha, o casamento viria a durar apenas três anos... 

... S o r r i e n t o ...

... Com o Vesúvio ao fundo do Golfo de Nápoles ...

~~ Costa Amalfi ~~


Clique                                                                      

... A canção ...  Aqui ...


quinta-feira, 21 de junho de 2018

~~ O MEU POEMA ~~




... Pinturas de E Paprocki, L Afremov, V Zoellick, L Parcelier ...
~~ * * * * * * * * * ~~
A praia de Lagos em que prefiro passear.
Também era a preferida da Poeta Sophia de Mello B Andresen

O meu tributo ao poeta de pseudónimo de Mineirinho ou Toninho.
Andei anos vagueando pela internet... muitas pessoas aconselharam-
       -me a abertura dum blogue. Receosa por ser um tanto perfeccionista            
e possuir formação científica, fui adiando. O Mineirinho soube como
incentivar-me e convencer-me que tinha todas as condições para ser
bem sucedida... Aconteceu do mesmo modo com a poesia, porém, eu
continuei convencidíssima que nunca me atreveria a escrever poemas.
Até ontem, após ter cumprimentado a Profª Lourdes no seu blogue.
Penso que, de súbito, surgiu poesia... O mineirinho diz que sim...
Posso dizer que além de padrinho deste blogue, ele é também
meu padrinho poético.

~~ O Sol Sorriu ~~

Na praia deserta,
sob o encanto do sol poente,
 o marulhar suscita uma paz aprazível,
sente-se o  aroma marítimo e já frieza.
 *
Sem premeditar,
traço na areia molhada um coração
enorme a fim de abrigar os nossos,
firmando elos intensos.
O sol sorriu e amenizou o ambiente,
o mar beija docemente o meu sentir.
 *
Na praia deserta,
apenas eu... e tu no meu peito.
 *********
MajoDutra

sexta-feira, 15 de junho de 2018

O BOLERO DE RAVEL


~~~ RAVEL, DE PARIS PARA O MUNDO ~~~



Excelente coreografia de Roland Petit interpretada pelos dançarinos
Maximo Murru e Lucia Lacarra.
Maximo Murru, italiano, é o primeiro bailarino do Scala de Milão e
Lucia Lacarra, espanhola, dirige o Ballet da Ópera Extatal da Baviera.
«Sinto que a música deve ser
primeiramente emocional e
só depois, intelectual»
~~~~~~
Maurice Ravel
                               Clique...
A Ópera Nacional de Paris funciona no Palácio Garnier, na rua homónima,
nome do arquiteto que projetou em 1669, em estilo Neobarroco e 'Beaux-Arts'.
Neste teatro atuam os espetáculos de Ópera e as representações de 'Ballet'.


O Salão Grande de Estar - 'Foyer'


Átrio de Entrada


Fontes
A - B - C - D - E

terça-feira, 12 de junho de 2018

~~ FESTAS DE SANTO ANTÓNIO ~~

                                                                                                                                           
Faz parte de um disco célebre da fadista de 1957
- 'Amália no Olympia' - o famoso teatro de Paris. 

,
Alegram estas festividades tradições muito peculiares: desfile de
marchas em que cada uma representa o seu bairro, petiscos de
sardinha grelhada em arraiais, a oferta de vasos de manjerico às
damas admiradas -  em cada vaso perfumado uma bandeirinha
com uma quadra popular amorosa e engraçada - os casamentos
financiados pela autarquia realizados numa cerimónia coletiva.

Um arraial com as suas 'tasquinhas'.

As marchas populares.

Fernando Pessoa que celebrava o seu aniversário no dia do santo e possuía o
nome de batismo deste Doutor da Igreja, foi sensível a estas comemorações.
Deixo-vos algumas quadras encontradas na sua arca que foram reunidas
num pequeno livro com o título, Quadras ao Gosto Popular.
Clique sobre uma imagem...

 


,
  Feliz dia dos Enamorados!!!

                                                                                            

MdVila vive o seu octogésimo ano
  e meio século de carreira...

domingo, 10 de junho de 2018

~~ DIA DE PORTUGAL ~~


Dia de Portugal, de Camões
e das Comunidades Portuguesas


Autoria e canto de Dulce Pontes,
Composição musical de Ennio Morricone
O Poema... aqui
                          Clique
Promontório de Sagres e o Cabo de S Vicente, o local mais ocidental do Algarve.
Destas baías partiam as naus com alimentos frescos, rumo ao «Mundo Novo»
onde hoje  se encontram as nossas maiores comunidades de emigrantes.
A Poeta escreveu este texto durante a ditadura, porém, ajusta-se bem de
mais à nossa situação atual... Hoje, medito tristemente nas consequências
da recente crise económica, principalmente nos desempregados, nos que
desempenham funções em trabalhos precários, incompatíveis com o nível
de sua formação académica e na torrente juvenil que partiu e engrossou
o caudal das nossas comunidades espalhadas pelo Mundo.

 ~~ * ~ * ~ * ~ * ~ * ~ * ~ * ~ * ~ * ~~

~~ P á t r i a ~~

Por um país de pedra e vento duro
Por um país de luz perfeita e clara
Pelo negro da terra e branco do muro
*
Pelos rostos de silêncio e paciência
Que a miséria longamente desenhou
Rente aos ossos com toda a exactidão
Dum longo relatório irrecusável
*
E pelos rostos iguais ao sol e ao vento
*
E pela limpidez das tão amadas
Palavras sempre ditas com paixão
Pela cor e pelo peso das palavras
Donde se erguem as coisas nomeadas
Pela nudez das palavras deslumbrantes
*
Pedra  rio  vento  casa
Pranto  dia  canto  alento
Espaço  raiz  e  água
Ó minha pátria e meu centro
*
Me dói a lua me soluça o mar
E o exílio se inscreve em pleno tempo
~~~ *** ~~~
Sophia de Mello Breyner Andresen
- do Livro Sexto -
A primeira Poeta a ganhar o prémio Camões.


O 'post' de há um ano... aqui

~~ * ~ * ~ * ~ * ~ * ~ * ~ * ~ * ~ * ~~ 

segunda-feira, 4 de junho de 2018

~~ DANÇARTE 2018 ~~

AINDA AS  CRIANÇAS...
~~ Mais crescidas, desta vez ~~


Realizou-se neste Abril, a 15ª edição do Concurso Internacional de Dança
que decorre anualmente no Algarve. Deixo-vos sketches  no estilo ballet.
A Companhia de Dança do Algarve e o Conservatório Internacional
 de Ballet, Annarella S. de Leiria, obtiveram bons resultados.
Ainda há poucos recursos audio-visuais...

Margarida Gonçalves, melhor solista do escalão 12-13 anos,
 do Conservatório Int de Ballet, Annarella Sanchez - Leria.
Imterpretou «Peasant» do ballet Giselle


A dança caucasiana, executada por rapazes ganhou como melhor grupo.
Também do Conservatório Int. de Ballet Annarella Sanchez de Leiria. 


Viviana Costa e Afonso Coelho da Compamhia
de Dança do Algarve, 1º lugar, em dueto, escalão 14 - 16 anos.
Do ballet, La fille mal gardée.

«Quando estou num palco
Entre luzes a brilhar,
Eu me sinto um pássaro
A voar, voar, voar.
*
Toda a bailarina pela vida vai levar
Sua doce sina de dançar, dançar, dançar»

De 'A Bailarina' de Toquinho           

sexta-feira, 1 de junho de 2018

DIA INTERNACIONAL DA CRIANÇA


... FOI HÁ 33 ANOS ...
                                                                                                                                                                                                                
                                                                                                                                                                                                                                             

... Os 45 artistas cantaram e encantaram o mundo ...

Com rostos e corações sorridentes pensámos que daquela vez algo ia mudar.
O impacto da mudança dissipou-se...  mal damos pela diferença...  porém, a
canção marcou gerações e elevou a atenção para a solidariedade mundial.

 ~~ FULL HD ~~                                                                                          
Composição de MJackon e LRichie

Tradução... Aqui


O Mundo precisa de professores sem fronteiras...
Os países precisam de assegurar a formação dos refugiados e contribuir
empenhadamente para a educação integral nos países sub-desenvolvidos.

Quantas democracias estão com problemas de pobreza e de fome?


   

                          '' Ninguém tem o direito de esquecer os nossos direitos''            .