quinta-feira, 7 de setembro de 2017

FERNANDO BOTERO E A DANÇA


«Não é o ritmo nem os passos que fazem a dança,
mas a paixão que vai na alma de quem dança.  
 Augusto Branco


~~  Em telas ou esculturas, as bailarinas de  Botero ~~







«A dança é a linguagem escondida da alma»
Martha Graham





«A dança é aquilo que a palavras não conseguem expressar»
 Juliana Sandreley







«A dança é a forma de expressão sentimental mais sincera que existe»
Stephanie Figueiredo







O que a dança não faz por uma pessoa?
É pura magia.
Hélène Francoise

Clique numa imagem para obter a galeria com ampliações das obras do génio
que de, uma maneira geral, preferiu pintar personagens e seres bem nutridos,
estruturando um estilo que o tornou mundialmente famoso  e imortal.
~~ ADENDA ~~

Taís Luso, minha amiga, no seu comentário a este 'post' chamou-me a atenção
para um trabalho que efetuou no seu relevante e primoroso blogue sobre arte.
Nesse 'post' foca Fernando Botero, após uma exposição realizada em Porto Alegre,
no Centro Cutural Érico Verísimo, onde teve oportunidade de admirar alguns dos
excelentes trabalhos do notável artista. Partilha-os com os seus seguidores - Aqui 

O blogue... Aqui

                                                                         

30 comentários:

  1. A dança faz bem..Lindo vídeo e post com as imagens legais relativas à ela! bjs, chica

    ResponderEliminar
  2. Boa tarde, minha querida amiga!
    Amo dançar... pena que não dance! Vou voltar agora a fazer aulas se Deus quiser!
    Relaxa e agora, lendo seu post, vi porque gosto tanto:
    ..." a paixão que vai na alma de quem dança".
    Sim, tenho uma paixão em mim que me faz bailar até sem par...
    Seu post está bem alegre e gosto de te ver assim: de bem com a vida, mana amiga.
    Seja feliz e abençoada com ou sem bailes nesta vida!
    Bjm de paz e bem

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Gostei muito de ver as imagens fora dos padrões normais de beleza... revendo pois me chamou este fato quando li, muito a atenção, querida... todas belas... Bjm

      Eliminar
  3. Em Istambul vi uma exposição dele e gostei muito !
    A delicadeza do traço e das expressões superam o volume dos corpos.

    ~~~~~~

    Um beijo, MAJO.

    ResponderEliminar

  4. Oi Majo, pois você trouxe ao seu blog um dos meus pintores preferidos! Conhecido pelas suas figuras obesas (sua marca) onde pode retratar, através delas, a família, o cotidiano, a vida burguesa, a cultura popular colombiana, animais, flores e personagens históricos. Seu estilo é inconfundível, único. Para Botero o mais importante não era a pintura, mas o estilo. Acerca de suas figuras gordas, perguntaram ao artista se elas tinha almas leves... ao que respondeu: 'Elas nunca quiseram ter almas'.
    Bela sua postagem, as gordas dançarinas, com graça, e pra mim com alma, sim!
    E dançar dá leveza e alegria ao espírito, aliás, belamente retratado aqui.
    Beijo, querida amiga.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. corrigindo... Se elas TINHAM alma leve...

      Eliminar
  5. Esqueci de lhe dizer, fui à sua exposição aqui em Porto Alegre onde me emocionei com "As Dores da Colômbia"! Muito triste, mas real. Veja o link:
    https://taislc.blogspot.com.br/2012/03/botero-e-as-dores-da-colombia.html
    bj

    ResponderEliminar
  6. Umas bailarinas rechonchudas mas elegantes na dança! :) Beijinhos
    --
    O diário da Inês | Facebook | Instagram

    ResponderEliminar
  7. Mais uma postagem de categoria. Amei!

    Beijinhos de boa noite.

    ResponderEliminar
  8. Dança sem paixão é algo quase robótico, sem sentimento.
    Beijinhos, bfds

    ResponderEliminar
  9. Dança-se com a alma e não com o corpo. São deliciosas estas bailarinas de Botero. Em tempos houve uma exposição destas esculturas no Terreiro do Paço, em Lisboa, e fiquei logo apaixonada.
    Um dia maravilhoso para si, minha Amiga.
    Um beijo.

    ResponderEliminar
  10. A Dança, como a Poesia e a Música, é expressão íntima do sentir do Ser. Nem sempre o "executor" converge com os sentimentos do "leitor". Ambos se realizam num sentimento "quase" comum.
    Belo trabalho. Parabéns.

    Beijo
    SOL

    ResponderEliminar
  11. Gostei muito das escolhas que fizeste, Botero tem uma obra que aprecio. Principalmente porque é única e inconfundível.
    Bom fim de semana, amiga Majo.
    Beijo.

    ResponderEliminar
  12. Belo trabalho, Majo.
    Como gosto da frase "a menina dança?"
    A dança vai-me na alma, mas a alma caiu-me aos pés.... Logo, nem danço nem me "assento", que era a resposta que a menina dava.
    Estórias da Figueira.
    Aos pouquinhos vou regressando , mas outras vidas me vão planeando e eu tenho que também executar as planeadas por mim...

    Beijo e saúde.
    Que continues com todo o tempo do mundo para blogar e não só.
    Bom fim de semana.

    ResponderEliminar
  13. A dança é tão importante que o próprio ser humano nasce de uma dança-
    Muito interessante esta postagem. Não conheço muito bem este pintor, pelo que fico muito grata com esta partilha.
    Abraço e bom fim de semana

    ResponderEliminar
  14. OI MAJO!
    OBRIGADA POR TUA IDA NO "SÓ PRA DIZER" E PELAS PALAVRAS GENTIS.
    ADOREI TEU POST, AS INCONFUNDÍVEIS BAILARINAS DE BOTERO, GÊNIO.
    ABRÇS AMIGA
    http://zilanicelia.blogspot.com.br/

    ResponderEliminar
  15. Bom dia, Majo


    Adorei este teu post. Concordo com todas as citações sobre a dança. E se a dança é a paixão que vai na alma que importa a figura exterior? O importante é o que se sente e o que nos faz voar como se tivéssemos asas.

    Desejo-te um excelente fim de semana.

    Beijinhos

    Olinda

    ResponderEliminar
  16. Olá amiga!
    Minha visita hoje é para lhe trazer um pouco de carinho, deixar meu abraço, me desculpando por não comentar sua maravilhosa postagem. Hoje o reumatismo atacou minha coluna, estou péssima para escrever. Vou seguindo a vida, um dia sorrindo outro dia mais tensa, o importante é estar viva.
    Lhe desejo um fim de semana de muita paz, saúde e felicidade. Deixo esse pensamento do Padre Fábio de Melo,
    “A vida é fruto da decisão de cada momento. Talvez seja por isso, que a idéia de plantio seja tão reveladora sobre a arte de viver.
    Viver é plantar. É atitude de constante semeadura, de deixar cair na terra de nossa existência as mais diversas formas de sementes...”
    Abraços, permanece com Deus.

    ResponderEliminar
  17. Bem gordinhas as bailarinas, mas lindas :)
    Gostei das reflexões.
    beijinho

    ResponderEliminar
  18. ~~~
    QUERIDOS AMIGOS.

    FOI APENAS UMA FORMA DIFERENTE DE APRESENTAR UMA PEQUENA PARTE DA OBRA

    DO EXCELENTE ARTISTA.

    FICO MUITO GRATA PELA VOSSA COLABORAÇÃO E ENCORAJAMENTO.

    ABRAÇOS CORDIAIS.

    ~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~
    ~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~

    ResponderEliminar
  19. Olá, Majo!
    Parabéns por esta excelente postagem, com um vídeo fantástico (Beautiful COLOMBIA Chillout & Lounge Mix Del Mar) e com "FERNANDO BOTERO E A DANÇA", esse fabuloso artista, cuja obra (parte dela) conheci há alguns anos aqui em Porto Alegre, no Centro Cultural Érico Veríssimo, inclusive algumas de suas bailarinas, que aqui estão para serem admiradas, como merecem.
    Parabéns também, Majo, pelo seu constante e sério trabalho em prol da cultura e das artes. É disso que todos nós precisamos, não importa o país em que vivamos.
    Agradeço pela referência feita a um trabalho da Taís.
    Um excelente domingo, minha amiga Majo.
    Grande abraço.
    Pedro

    ResponderEliminar
  20. Olá Majo!
    Amei tudo nesta tua postagem. Isto porque gosto da obra de Fernando Botero, de frases com mensagem, e de dançar... muito!!!
    Já agora, Majo, posso "roubar" as frases para ao meu blogue "Pétalasdesabedoria"?
    O blogue da Tais eu vou espreitar sem te perguntar se posso...

    Tudo bem contigo, Majo?
    Beijo e bom domingo.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Podes levar, Teresa.
      As tuas «Pétalas de sabedoria» são uma rubrica importante do teu «Rol de Leituras»
      Desejo muito que a vossa primavera brasileira se torne menos sofrida.
      Bom domingo.
      Beijos
      ~~~

      Eliminar
  21. O reino das gordinhas do Botero. Maravilha para os olhos nestes tempos sintéticos.
    Bj.

    ResponderEliminar
  22. Que legal Majo.
    Que imagens belas da arte de dançar, de vitalizar o corpo e assim expulsar muito pensamentos ruins.
    A dança tem lá sua magia.
    Bonita postagem como sempre nesta sua inspiração.
    Bjs.

    ResponderEliminar
  23. Gostei muito de ver as telas e as esculturas. Muito bom! Obrigada.

    Beijinhos

    ResponderEliminar
  24. Embora atrasado (estive ausente) quero lembrar uma exposição do escultor das "gordinhas" que vi em Lisboa, na Praça do Comércio em 1997. E ao cimo do Parque Eduardo VII, lá está mais uma, com o seu filho ao colo. Maravilhoso!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Desejo-lhe transmitir a minha gratidão pelas suas palavras sempre gentis e pela informação da estátua no Parque Eduardo VII que desconhecia. Gostei muito dela.
      O meu abraço, Amigo.
      ~~~~~~~~~

      Eliminar