sexta-feira, 23 de março de 2018

MOMENTOS DE JAZZ


«Cry me a River»

A canção foi escrita para Ella interpretar num filme 'vintage'
que estreou em 1955, porém o canto foi excluído da produção.
Uns anos mais tarde, Ella gravou-a.
Apresar do dramatismo, acho-lhe sempre graça pelas hipérboles.   






A tradução... aqut

A versão de Michael Bublé - 2009

18 comentários:

  1. Momentos que fazem tão bem à alma! Lindo! Ótimo fds! beijos, chica

    ResponderEliminar
  2. Boa tarde!
    Maravilhosa postagem!!
    A Foto do cabeçalho está de uma beleza ímpar!! Amei!!


    Beijo... Bom fim de semana

    ResponderEliminar
  3. Com o regresso deste tempo chuvoso e frio, sabia bem ter uma vista para o mar, estar no quente e ouvir jazz...
    Não sendo um grande apreciador, mas gosto de ouvir de vez em quando. Há uns anos, em Lisboa, sem contar, estive num bar em que tocavam jazz.
    Bom fim de semana.

    Olhar d'Ouro - bLoG
    Olhar d'Ouro - fAcEbOOk

    ResponderEliminar
  4. Boa tarde Majo
    gostei muito e embora a letra seja nostálgica, eu gostei
    bom fim de semana.
    beijinos
    :)

    ResponderEliminar
  5. Mais um belo post! :) Bom fim de semana, beijinhos.
    --
    O diário da Inês | Facebook | Instagram

    ResponderEliminar
  6. Imagem e música tocantes, cativantes!
    Vi o seu comentário por lá... Convido p ler a última postagem no Vida & Plenitude, penso que gostará.
    Tenha um fim de semana c muita paz e saúde...
    Abçs

    ResponderEliminar
  7. Que momento único de recordações... A melancolia do jazz marca uma grande saudade...
    Abraço.

    ResponderEliminar
  8. Valeu a pena passar por este seu espaço, Majo, para ouvir o dueto extraordinário de Joe Pass e Ella Fitzgerald. Obrigada.
    Um bom fim de semana.
    Um beijo.

    ResponderEliminar
  9. Muito interessante, mesmo para aqueles que não são apreciadores de Jazz. E não é que me veio à memória uma lembrança de há muitos, muitos anos de um programa na rádio, cujo título era: "Cinco minutos de jazz"... Viver para recordar!
    Abraço.

    ResponderEliminar
  10. É delicioso escutar e sentir, revivendo, lembranças de quanto já não volta mais.
    Grato, Amiga.


    Beijo
    SOL

    ResponderEliminar
  11. Minha querida Madrinhamiga

    Muito obrigada pois Para mim a Ella é uma Deusa, a minha Deusa e neste dueto como o Pass nem é bom falar, pois calem-se todos porque esto a passar os Magníficos.



    Hoje venho dar uma triste informação. Faz hoje oito dias faleceu o meu irmão Braz vitima de um cancro na próstata, ao fim de um longo penar de quase um ano que começou no Médio Oriente onde vivia e trabalhava e terminou aqui na Lourinhã na Casa de Santa de Santa Bárbara de Conforto e Acompanhamento.

    O meu irmão era Consultor de Cimenteiras no domínio do Pessoal e chegou a estar entre os dez melhores do Mundo. Deve ter ganhado balúrdios (não sei quantos, nunca lhe perguntei, cada um trata do seu) mas, infelizmente estava sem cheta, pois gastou-os só com mulheres, dado que teve creio que doze ou treze… Dois com quem casou, dez ou onze com que viveu. Chegou a ser bígamo…

    Por decisão da Raquel mandámo-lo vir do Dubai onde estava só – com o cancro. A última mulher era filipina e tinha ido a Manila tratar de coisas dela. Ficou em nossa casa, depois foi para o Hospital de Santa Maria e finalmente para a Casa de Santa Bárbara. Além de trazer 29 euros e 57 cêntimos tinha o passaporte a meio ano de caducar e relatórios médicos diversos e mais nada.

    Quem tratou de tudo, cartão de cidadão, passaporte novo, certidões, etc. foram a Raquel e o meu primogénito Miguel que para acrescentar e agravar a situação, sendo economista de mérito comprovado e atestado está desempregado. Eu dada a incapacidade física mal consigo andar fiquei em casa, agora voltei a andar melhor mas sempre com bengala.

    E é tudo, e chega.


    Muitos bjs e qjs do casal Ferreira




    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Meu querido Amigo.
      Já te tinha manifestado o meu sentido pesar pela partida do teu amado irmão e
      pedi-te muita força para superares, caso contrário complicas muito a vida da
      tua Raquel e do teu Miguel.
      Leãozão, tens de me prometer que vais portar-te bem,
      Da tua madrinha de cognome, ternos abraços para ti e Raquel.
      Gostei de saber que gostas de ouvir a Ella.
      ~~~ Beijinho ~~~

      Eliminar
  12. Majo, a musica é quase sempre bem recebida pela alma :) o que a poesia também faz, então as duas juntas, fazem um show :)
    bom fim de semana
    beijinho da amiga Angela

    ResponderEliminar
  13. Ella, juntamente com Sara Vaughan são para mim as duas maiores cantoras clássicas do Jazz. Mas, modernamente, temos a cantora canadense Diana Krall - cantora e pianista. Excelente.
    Beijo, querida amiga, aplausos pra você pela bela postagem.

    ResponderEliminar
  14. Ola Majo, que bom nesta noite ouvir, gosto da inspiração e da musica.
    Neste nosso principio de Outono ainda com jeito de Verão.
    Bela apresentação de gigantes.
    Bonita partilha querida amiga.
    Boa semana para você com paz e alegria.
    Beijo

    ResponderEliminar
  15. ~~~
    QUERIDOS AMIGOS É MUITO GRATIFICANTE RECEBER O VOSSO CARINHO.

    ~~~ BEM HAJAM ~~~

    ABRAÇOS CORDIAIS.

    ~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~
    ~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~

    ResponderEliminar
  16. ~~~
    QUERIDOS AMIGOS É MUITO GRATIFICANTE RECEBER O VOSSO CARINHO.

    ~~~ BEM HAJAM ~~~

    ABRAÇOS CORDIAIS.

    ~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~
    ~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~

    ResponderEliminar
  17. Duas versões... cada uma detendo o encanto, a magia e a força do seu próprio tempo!...
    Uma música sempre intemporal, que penso continuará a inspirar futuras gerações e novas versões!
    Mais uma vez, parabéns pelas escolhas, Majo!
    Beijinho
    Ana

    ResponderEliminar