Direitos autorais

******************************************* Sobre direitos autorais, agradeço que consulte o que consta no rodapé.*******************************************

02 dezembro 2021

~~ TANGO -- CAMIÑITO ~~

 

 ~~ O Tango é celebrado no mundo a 11/12 ~~

... No data de aniversário de Carlos Gardel  ...

... Património Cultural Imaterial da Humanidade ...

 

               ~~ Carlos Gardel ~~        
1890 - 1935          
 Foi o mais famoso compositor e cantor de tango argentino,            
A ele se deve a divulgação deste canto e dança a nível mundial.            
Os tangos que interpretou são ainda admirados e             
dançados em todos os países que apreciam danças de salão.            
Faleceu precocemente num acidente de aviação,                
a sua morte provocou intensa comoção nacional.                 
            
  ~~ Um conto verídico ~~

  Era menina, ainda brincava com bonecas, num tempo em que ainda se apreciava ouvir rádio,
pelo  que,  o aparelho estava ligado todo o dia.  Antes da  'era yé-yé'  ouvia-se muito a música
  romântica e havia alguém na emissora que gostava particularmente deste tango, de modo que
o transmitiam frequentemente.
Comecei por me sensibilizar com o tom magoado e triste de Gardel e depois a tentar perceber
o que ele dizia.  Fizesse o que fizesse - muitas vezes com a boneca no colo -  ficava imobilizada
escutando,  mas não chegava para compreender as palavras espanholas.  Então, passei a ir, pé
ante pé,  em pezinhos de lã,  encostar o ouvido a um dos autofalantes do rádio e foi assim que  
descobri que num deles ouvia a voz e no outro,  a música.  Era estereofónico,  o que facilitou  o 
meu intento. Acabei por fixar as duas quadras do estribilho.
Chegado o grande momento, perante minha mãe revelei a minha proeza, só para a ouvir dizer: 
-- Não quero que 'cantes essas cantigas' -- não são para meninas!...
Ficava sempre perplexa, mas divertida por 'saber coisas' de pessoas crescidas...
                                                                                                              MajoDutra

))))) Camiñito, a rua-museu (((((

      

                

    
Fotos da Wiki... Clique...

 Foi circulando pela INTERNET que descobri que havia uma rua-museu em
 Buenos Aires  com o nome de Camiñito,  o tango de Gardel.  É um museu  a
 céu aberto em memória das origens de quem dança ao som do bandoneón.

42 comentários:

  1. Es una linda canción. Aunque a mi no me gusta mucho el tango a mi padre le encantaba. Me gusto tu historia a mi pasaba lo mismo pero con la música clásica. Te mando un beso

    ResponderEliminar
  2. O meu avô e o meu pai ouviam muito.
    E eu habituei-me desde novo a ouvir também.
    Beijinhos

    ResponderEliminar
  3. Mais um Património Cultural Imaterial da Humanidade: o Tango. Gosto tanto de vê-lo dançado e de o ouvir. Carlos Gardel foi realmente o mais famoso compositor, cantor e divulgador do tango argentino. Achei deliciosa a sua história. Parece que estou a vê-la de ouvido encostado aos autofalantes do rádio. Nesse tempo as mães não gostavam que as suas meninas ouvissem certas canções. Como mudaram os tempos...
    Tudo de bom para si, minha Amiga Majo.
    Um beijo.

    ResponderEliminar
  4. Que lina homenagem e gostei do conto real. As coisas eram bem diferentes,não é? E os pais eram bem mais severos! Gostei da menina que aprendeu alguns versos da música, mas não teve acolhida! Deu até pena,rs beijos, lindo dia! Feliz dezembro! chica

    ResponderEliminar
  5. Gostei da história.
    E gosto do tango. Mesmo que não se perceba a letra das canções, elas transmitem sempre qualquer coisa (tal como o fado).
    Escrevi em 2017:

    Como num tango fandango
    do Carlos Gardel,
    somos personagens fatais
    a interpretar o poder
    da sorte por conquistar,
    onde ensaiamos a crença
    em violinos de cismas.

    Excelente post.
    Beijo, querida amiga Majo.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Lembro-me bem desse teu poema, Jaime. Hei de o rever...
      Grata por colaborares. Beijo, querido amigo.
      ~~~

      Eliminar
  6. Em jovem diziam que EU dançava bem. Dancei muitas vezes o TANGO até em competição. Amo essa musica
    .
    Cordiais cumprimentos
    .
    Pensamentos e Devaneios Poéticos
    .

    ResponderEliminar
  7. Bom dia, amiga Majo.
    O Tango é um estilo musical fantástico. Que, simultaneamente, é um estilo de dança mundialmente conhecido e dançado. Graças ao seu mentor, Carlos Gardel.

    A sua crónica é de facto bastante elucidativa como eram outros tempos, onde haviam estações de rádio que passavam o tango nas suas emissões.
    Bons tempos, sem dúvida. Mas é assim a vida, mudam os tempos mudam as vontades.

    Bela homenagem, a um estilo de música e dança intemporal!
    Votos de Feliz quinta, com muita saúde.
    Beijinhos, com carinho e amizade.

    Mário Margaride

    http://poesiaaquiesta.blogspot.com

    ResponderEliminar
  8. Uma Rua-Museu em homenagem a uma dança poderosa, que conta uma história de paixão, de amor...
    Gosto de o ver dançado e já escrevi um poema sobre o Tango....Talvez o vá buscar ao arquivo.
    Obrigada pela visita
    Beijos e abraços
    Marta

    ResponderEliminar
  9. La historia es muy bonita y el homenaje también, con unas fotos de ese Buenos Aires querido, otra canción de Carlos Gardel.
    Un abrazo,Majo.

    ResponderEliminar
  10. A wonderful post. I like the story and it was a nice tribute.

    ResponderEliminar
  11. Dejó una huella imborrable con sus canciones que, se escuchan aún hoy día en todos los países sobre todo de habla hispana.
    Hermosa historia amiga Majo.
    Un gran abrazo y buen mes de diciembre.

    ResponderEliminar
  12. Maravilha, Majo, meu Estado faz fronteira com a Argentina e Uruguai, somos Gaúchos. O tango é maravilhoso, estive nesse lugar onde as almas se encontram nessa música e dança única, sensual. Aqui no sul o tango é bastante escutado e visto.
    Nasceu como expressão folclórica das populações pobres, oriundas de todas aquelas origens, que se misturavam nos subúrbios da crescente Buenos Aires. Numa fase inicial era puramente dançante. O povo se encarregava de improvisar letras picantes e bem humoradas para as músicas mais conhecidas, mas não eram letras oficiais, feitas especificamente para as músicas, nem associadas definitivamente a elas. Em público, dançavam homens com homens.
    E para se falar em tango, não se esquece, jamais, de Gardel!
    Deixo meu link sobre tango, já vi que você gosta muito! Que bom!!

    https://taisluso.blogspot.com/2016/01/como-nasceu-o-tango.html#comment-form

    Beijinho, Majo

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Muito obrigada pela colaboração, Taís amiga.
      Sei que no passado, antes da independência do Uruguai, o RS e Buenos Aires partilhavam a mesma fronteira sobre o rio La Plata...
      Tudo o que sei sobre as origens do tango baseiam-se no poema e extratos escritos por Jorge Luis Borges.
      O escritor, coevo de Carlos Gardel, viveu e vibrou com a internacionalização do género musical que admirava.
      Em 2 018, foi publicado um seu livro inédito com o título TANGO.
      Grata. Beijos. O poema...
      https://www.escritas.org/pt/t/50975/el-tango
      ~~~~~~

      Eliminar
    2. Site maravilhoso, obrigada, querida Majo.
      beijo, um feliz fim de semana.

      Eliminar
    3. Onde se lê 'baseiam-se', deveria constar 'baseia-se'.
      ~~~~~

      Eliminar
  13. Me encanta Gardel. Un gusto leerte amiga, saludos.

    ResponderEliminar
  14. Adorei ouvir Carlos Gardel nesse Tango inesquecível.
    E também saber dessa Rua-Museu. Uma ideia que devia
    fazer escola e homenagear entre nós alguns dos nossos
    artistas.
    E o seu conto de infância trouxe um toque emocionante
    a esta publicação.
    Beijos
    Olinda

    ResponderEliminar
  15. Olá Querida Majo,
    O tango é fascinante!!!
    Amei a sua história de infância, que fofura a pequena Majo a decorar a letra :)
    Que o seu fim-de-semana seja muito feliz!
    Beijinhos ♥

    ResponderEliminar
  16. Boa tarde, amiga Majo.
    Passando por aqui, para dar uns passos de dança ao som de Carlos Gardel, e desejar um Feliz fim de semana!
    Beijinhos, com carinho e amizade.

    Mário Margaride

    http://poesiaaquiesta.blogspot.com

    ResponderEliminar
  17. MARKEDDDEF
    ~~~~~~~~~~
    I'm not interested at all.
    Pass far far away.
    ~~~~~~

    ResponderEliminar
  18. Sempre as artes e a cultura ao mais alto nível por aqui!
    Gostei do teu conto :)

    Beijos e bom fim-de-semana!

    ResponderEliminar
  19. Uma edição esmerada (como sempre)!
    O tango tem aquele ritmo e magia...
    Beijo amigo

    ResponderEliminar
  20. Uma publicação muito rica!! :))
    -
    Diz a Criança, perspicaz ...
    -
    Beijo e um excelente fim de semana

    ResponderEliminar
  21. Uma dança que encanta o meu olhar e acalenta a minha alma!!! 💞... Bom domingo!

    ResponderEliminar
  22. O tango é uma dança sensual e intensa, adoro ver dançar.
    Esse museu a céu aberto deve ser fantástico.
    Linda homenagem.
    Bom fim de semana
    Beijinhos

    ResponderEliminar
  23. Aqui, sempre uma prazerosa lição de História, arte e cultura.

    Um abraço. Tudo de bom.
    APON NA ARTE DA VIDA 💗 Textos para sentir e pensar & Nossos Vídeos no Youtube.

    ResponderEliminar
  24. Beleza ver e ler o seu post neste domingo. Um conto tão real e especial, Majo. As descobertas da infância são maravilhosas, realmente!
    Não esqueço o Caminito na minha primeira viagem internacional, muito interessante e colorido tudo por ali...
    Bjs

    ResponderEliminar
  25. Que beleza de edição Majo, com este carinho pela cultura, que sempre nos presenteia.
    Um historia bem bonita e interessante pelo espaço argentino, nesta famosa rua.
    Grato por trazer esta bela postagem com olhar para a América do Sul.
    Beijo e feliz semana.

    ResponderEliminar
  26. Querida Majo, achei encantador o seu conto verídico! :) Beijinhos e boa semana.
    --
    O diário da Inês | Facebook | Instagram

    ResponderEliminar
  27. Excelente evocação de um incontornável património da Humanidade.
    Abraço amigo.
    Juvenal Nunes

    ResponderEliminar
  28. Me gustan mucho los tangos. Es una música muy linda.
    Carlos Gardel es inolvidable.
    Te deseo unos días muy felices.
    Un beso.

    ResponderEliminar
  29. Bela reminiscência dos teus tempos de menina, amiga! Quando estive em Buenos Aires, tive oportunidade conhecer o Camiñito... e também de assistir um show em uma casa de tangos. Foram momentos inesquecíveis! Meu abraço, boa semana.

    ResponderEliminar
  30. Majo,
    Amo tá go, mas não sei dançar.
    Entretanto amo ouvir e ver
    os pares nessa dança tão emocionante.
    Adorei a publicação e as cores
    do Blog.
    Bravíssimo!
    Bjuns
    CatiahoAlc.

    ResponderEliminar
  31. Oi querida Majo
    Me sinto enlevada em ler esta bela homenagem a este ícone do tango
    É sempre maravilhoso apreciar a sua sensibilidade ao nos presentear com fatos, fotos e textos da cultura musical
    Parabéns poe esta edição excepcional minha amiga
    Beijinhos doces

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Que bom é encontrar-te aqui, querida amiga.
      Muito desejo que esse ano letivo de ensino à distância termine.
      Abraços saudosos.
      ~~~~

      Eliminar
  32. Bom dia Majo,
    Aprecio imenso tango, embora seja uma nulidade para a dança.
    O tango chega a emocionar-me pela intensidade que os bailarinos impregnam nos seus passos e elegantes voltas do corpo.
    Música lindíssima de Gardel e gostei de saber que logo em criança se apaixonou por este tipo de música.
    A mim foi o flamengo que me cativou quando o ouvia numa rádio andaluza.
    Beijinhos e um ótimo dia.
    Ailime

    ResponderEliminar
  33. Boa noite, Majo,
    Neste passeio pelas origens e vivências do tango, destacam-se as lembranças da menina sensível aos efeitos das românticas vozes em ritmo pulsante a comover as sensações.
    O bailado do tango, bem como seus ritmos me capturam a apreciação.
    Gosto muito das tuas incursões por belezas das artes e da música.
    Bjos,
    Calu

    * Não tive a satisfação de encontrar teu poema para leitura. Não achei o site.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Fico feliz por já o ter encontrado. Beijos
      ~~~~~~~

      Eliminar
  34. ~~~
    «A cada noite de sexta-feira chuvosa, um sentimento profundo de saudade
    de tudo que não mais existe na vida.
    E nada melhor que ouvir um velho tango na penumbra, recordar gargalhadas,
    beber um cálice de vinho tinto seco para acalentar a nossa alma ardente
    que desta vez chora baixinho.»
    RICARDO VIANNA BARRADAS

    É VERDADE QUE MÚSICA E DANÇA ALEGRAM OS DIAS DAS NOSSAS VIDAS.

    AGRADEÇO A TODOS A COLABORAÇÃO, O APOIO E O INCENTIVO.

    A CADA UM, O MEU ABRAÇO CORDIAL.

    ~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~
    ~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~

    ResponderEliminar
  35. Nuestro tango, Majo, tuyo y mío... te agradezco esta emotiva entrada, como argentino, desde nuestro gardeliano Buenos Aires querido.

    Abrazo de corazón.

    ResponderEliminar
  36. Me encantó saber que te gustó, Carlos Perrotti.
    Tengo varias publicaciones sobre el tango, pero no tenía ningún argentino en mi lista de afinidad.
    Más tarde publicaré mis postales navideños y me tomaré un descanso de la blogósfera.
    Déjame algo para saber que has leído.
    Días de salud, paz y armonía para ti, Mercedes y toda la familia.
    Gran abrazo.
    ~~~

    ResponderEliminar

~~~~~~~ 💛 ESTIMADO LEITOR 💛 ~~
~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~
~~~ Depois de colocar o seu comentário,
~~~~~~ aceda a «mensagem antiga»
~~~ e leia a que habitualmente lhe deixo.
~~~~~ ~ ~ ~ ~ Muito obrigada... ~ ~ ~ ~
~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~-~~~~~