***

*** PAISAGEM CULTURAL MARÍTIMA DOS AÇORES ***
A montanha e parte da Ilha do Pico vistas de uma zona elevada da ilha do Faial. As ilhas estão separadas por um estreito de 8,3 Km de largura, que é designado por Canal do Faial, expressão que deu título ao romance de Nemésio. O mar agitado prejudicou este ano as atividades da Semana do Mar.
~~ A fotografia - «Moinhos da Ilha do Faial» - é da autoria de Fernando Araújo.~~

terça-feira, 2 de maio de 2017

CACO VELHO, PIRATINI E AMÁLIA


Mateus Nunes, conhecido por Caco Velho nasceu
em Porto Alegre, em 1920. Cedo, partiu para o Rio de
Janeiro. onde se tornou sambista, cantor. músico e
compositor célebre. Atuou em casas bem frequentadas
onde foi admirado por Jânio Quadros, Walt Disney, 
Amália Rodrigues e outras celebridades da época.


Caco Velho e Amália Rodrigues...   Na dedicatória a fadista escreveu...
«Recordação de uma Amizade que espero dure a vida inteira
abraços grandes da Amália (Rodrigues)»
Caco Velho e Piratini (António Amábile) compuseram a canção «Mãe Preta»
 que impressionou Amália Rodrigues que a quis cantar, porém, o regime ditatorial
e colonial não lhe permitia ''o atrevimento'' Foi então que David Mourão Ferreira
escreveu-lhe - para essa música - o poema Barco Negro...     Sempre associei
o nome à visão de um barco a contra-luz na eminência de naufrágio e luto...
Há quem associe o nome às nossas bravas caravelas, que foram os primeiros
barcos ocidentais a chegar ao Japão, onde eram designadas por barcos negros.

De qualquer modo, a canção foi um sucesso internacional em 1954,
também muito admirada no país do sol nascente

Amália tinha então, 34 anos e David 27.


Letra de David Mourão Ferreira
Música de Caco Velho e Piratini

~~ De Porto Alegre - Rio Grande do Sul, Brasil - para o mundo ~~

«Até à sua morte, (Amália Rogrigues) em Outubro de 1 999, 170 álbuns
haviam sido editados em seu nome em 30 países, vendendo mais de 
30 milhões de cópias em todo o mundo...»
Wikipédia                
Fotos - A - B

20 comentários:

  1. Bonita postagem! Obrigada pela partilha. Gostei de ler e recordar :)

    Beijinhos

    ResponderEliminar
  2. Que linda homenagem e belas recordações.
    Minha mãe adorava Am´[alia Rodrigues! Confesso que não cohecia o Caco Velho!


    bjs, tudo de bom,chica

    ResponderEliminar
  3. Já não me lembrava da história!
    Adoro a canção ... Bj

    ResponderEliminar
  4. Muito interessante. Nunca tinha ouvido falar do Caco Velho e Piratini.
    Um abraço

    ResponderEliminar
  5. Bom apontamento a recordar a grande Amália e o Poeta do cachimbo.
    Não conhecia essa personagem designada por Caco Velho.
    Bj.

    ResponderEliminar
  6. Olá Majo,
    Também nunca tinha ouvido falar em Caco Velho e Piratini.
    A letra da música composta por David Mourão Ferreira é muito linda.
    A voz de Amália é muito agradável de ouvir. Dela, já ouvi "Uma casa Portuguesa", mas há muito tempo, pois o meu pai era filho de portugueses.

    Feliz semana!

    Grata pelo carinho.

    Beijo.

    ResponderEliminar
  7. Ora que boa lição...
    Bom dia Majo.
    Hoje estou com um tempinho para visitar amigos virtuais e ver seus prazeres intelectuais.
    E, também dar aso aos meus...

    Nesta Primavera de noites frias, um beijinho

    Ana

    ResponderEliminar
  8. Não conhecia a história, mas a música é lindíssima e a letra do David também. Confesso que me arrepio sempre que ouço a Amália cantar este "barco negro".Obrigada pelo momento, minha Amiga Majo.
    Um beijo.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Também me acontece o mesmo, Graça.
      É uma emoção muito forte.
      Beijo.

      Eliminar
  9. Uma interessante partilha! No fundo, mais uma bela homenagem!
    Bj

    ResponderEliminar
  10. Gosto muito de Amália. Este registo é uma partilha interessante.
    Beijinho grato pela sua presença, apesar da minha ausência.:))

    ResponderEliminar
  11. Sempre gostei muito da versão Mãe Preta que me lembro de ouvir nos idos de 50. Depois foi "proibido" ouvir-se por causa da letra esclavagista e transformada em Barco Negro, poema também muito bonito e ... mais leve, apesar de tudo...

    Beijinho

    ResponderEliminar
  12. Majo querida,
    Não conhecia esta história e do Caco Velho nunca tinha ouvido falar
    Já os fados da Amália são inesquecíveis. A letra escrita pelo Davi e esplêndida e na voz de Amália Rodrigues ficou uma pérola. Uma bonita homenagem e partilha minha querida
    Beijinhos poéticos

    ResponderEliminar
  13. A história do Caco Velho não conhecia, mas gostei imenso! Quanto ao fado de Amália "Barco Negro", a primeira vez que a ouvi foi em meados da década de 50. Uma música que fazia parte de um filme "Os Amantes do Tejo" do realizador francês Henri Verneuil. Curiosamente, do filme não tenho grande memória, mas da canção não mais me passou da memória...

    ResponderEliminar
  14. Que coisa linda Majo, sempre ouvi esta música(sou fã de Amália) e não imaginava a história dela com ligações ao Caco. Belíssima generosidade esta pesquisa e partilha.
    Grata decisão de abrir um blog e nos brindar com postagens culturais e de bom gosto.
    Muito bem e aplausos Majo.
    Bjs.

    ResponderEliminar
  15. ~~~
    OS VOSSOS COMENTÁRIOS ENGRANDECERAM SOBREMODO ESTA POSTAGEM

    PELO QUE VOS FICO GRATÍSSIMA...

    PENSO QUE O PROFESSOR APROVEITOU A EXCELENTE MÚSICA E FEZ A

    COMPOSIÇÃO DE UM POEMA DE DENÚNCIA CONTRA O REGIME QUE NÃO

    POSSUÍA SISTEMAS DE SALVAMENTO EFICAZES PARA OS PESCADORES.

    RESULTOU PROFUNDAMENTE EMOCIONANTE, O QUE SEM DÚVIDA,

    O DEIXOU IMPRESSIONADO, TAL COMO ACONTECE CONOSCO...

    TAMBÉM AGRADEÇO MUITO A DEDICAÇÃO E O CARINHO.

    ABRAÇOS CORDIAIS.
    ~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~
    ~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~

    ResponderEliminar
  16. Que bonita História, bem como a homenagem, ouvir Amália é tudo de bom, a letra dessa música é profunda, tocante e linda demais!

    ResponderEliminar
  17. Linda homenagem, não conhecia a história.
    Obrigado pela partilha, adoro ouvir a Amália.
    Beijinhos
    Maria

    ResponderEliminar
  18. Adorei ficar a saber a história por trás desta música, que desconhecia de todo!...
    Sempre se aprende algo por aqui, Majo! Grata por esta grande partilha!
    Beijinhos
    Ana

    ResponderEliminar
  19. Boa noite Majo, vim agradecer sua visita ao meu espaço e conhecendo o seu amei. parabéns pelas postagens e a bela homenagem. Volte sempre e se gostar segue meus blogs, ficarei grata, Abraços, fica na paz de Deus!

    ResponderEliminar