domingo, 9 de outubro de 2016

~~ GUERRA...







Um casal de refugiados passa um bebé, entre a Sérvia e a Hungria...
De madrugada, cansados e emocionados, arriscam a sorte...

«Hope of a new life» - Prémio World Press  2016 - Daqui
 Últimas em vídeo







Como tardam os capacetes azuis!




~~ Cantata da Paz ~~

«Vemos, ouvimos e lemos
Não podemos ignorar
Vemos, ouvimos e lemos
Não podemos ignorar

Vemos, ouvimos e lemos
Relatórios da fome
O caminho da injustiça
A linguagem do terror

A bomba de Hiroshima
Vergonha de nós todos
Reduziu a cinzas
A carne das crianças


D'África e da Síria *
Sobe a lamentação
Dos povos destruídos
Dos povos destroçados

Nada pode apagar
O concerto dos gritos
O nosso tempo é
Pecado organizado.»

Sophia de M B Andresen

Com um verso adaptado.




 ~ * Verso original
« DÁfrica e Vietname»

~ Fonte das fotos B - C 

23 comentários:

  1. Muito oprtuno lembrar estas tragédias, infelizmente, sem fim à vista.

    ResponderEliminar
  2. Uma paz que teima em não acontecer!
    Bj

    ResponderEliminar
  3. O mundo – num todo – nunca conhecerá paz, infelizmente.

    ResponderEliminar
  4. Querida madrinhamiga

    Juntar Sophia (mesmo que de verso adaptado) e Fanhais não é tarefa fácil; mais a mais tendo sido, ela, e sendo, ele, meus bons Amigos. E sobre a Paz, ainda pior. Alguém acredita que o Mundo terá Paz? Eu - não. Pode ser que seja pessimista (e sou...) mas quanto à possibilidade de toda a humanidade viver em paz é uma utopia. Infelizmente.

    Bjs da Raquel e qjs do afilhado Henrique, o Leãozão

    Não te esqueças de que na NOSSA TRAVESSA conto a história da Távola Redonda e do SirAiwwa...

    ResponderEliminar
  5. Inquietante imagem, a invocar o desespero e a esperança. A Marcha Fúnebre de Chopin também arrepia. A Sophia estava sempre atenta. E a guerra da Síria cada vez a matar mais inocentes... O que será preciso fazer para que termine este flagelo? Uma reflexão para domingo.
    Que seja bom para si, minha Amiga.
    Beijos.

    ResponderEliminar
  6. E como contina actual este poema.
    E ninguém trava esta chacina.
    Um abraço e bom domingo

    ResponderEliminar
  7. Amiga Majo,
    Este teu post tocou-me profundamente, pela sensibilidade das escolhas que fizeste.
    Há muitos interesses envolvidos para que a guerra não tenha fim e haverá sempre imagens destas infelizmente.

    Um beijinho e boa semana-

    ResponderEliminar
  8. Não podemos esquecer, nem deixar em segundo plano tais atrocidades que fazemos com nossos irmãos! E, se fôssemos nós? Excelente reflexão!
    Abraço.

    ResponderEliminar
  9. Estamos a viver num mundo desumanizado, em que os interesses que movem os detentores do poder são a ganância, a indiferença, o egoísmo...

    ResponderEliminar
  10. É uma tragédia sem fim à vista!

    ResponderEliminar
  11. Deus do céu!!!Até dói o coração!!

    ResponderEliminar
  12. O mundo está perdido em maldades.
    A violência está a galope, os horrores das guerras.
    Os olhos fechados para a injustiça produzindo seres farrapos.
    Uma página que não pode ser esquecida: Hiroshima.
    Uma postagem para conclamar a reflexão de nossa responsabilidade neste contexto.

    Um abração querida Majo.
    Bjs de paz e uma boa semana amiga.

    ResponderEliminar
  13. Os capacetes azuis só lá vão chegar quando os "States" e os Russos tiverem o que querem de lá...

    É por estas e outras que é óbvio que a ONU não serve para coisa nenhuma...

    :)

    ResponderEliminar
  14. Os 'States', são «presos por ter cão e por não ter cão» - por atacar e por não atacar...

    Parece não saber que os capacetes azuis são soldados de paz...
    Se tivesse visto o vídeo da 'euronews', saberia que uma coluna de ajuda humanitária foi bombardeada e camiões foram atingidos, em finais de Setembro.

    ll: (

    ~

    ResponderEliminar
  15. Muito muito triste o que vemos nas noticias todos os dias e o que me custa é ouvir pessoas bem formadas terem coragem de dizer que se devia fechar as portas a estes seres humanos que fogem das bombas, pois com eles vêm os terroristas e os empregos não dão para todos; fico possessa quando pessoas perto de mim dizem semelhantes barbaridades; esta gente precisa de muito pouquinho e o que nós desperdicmos é tanto que , se pensarmos a sério, ficamos arrepiados. Todos nós ficamos satidfeitissimos com a queda do muro de Berlim e agora, quantos muros se estão a construir. ? Imensos!!! O Hittler provocou exodos enormes, matou milhoes de seres humanos e isso é condenado até hoje, mas o que fazemos nós perante estas atrocidades? Não fazemos nada e ainda nos " damos ao luxo " de criticar quem ajuda. Meu Deus, nunca imaginei vivenciar semelhante malvadez; pensava que só existiram as que vêm nos livros de história e as que são retratadas em filmes. Engano meu! Beijinhos
    e obrigada pelo tema que aqui trazes.
    Emilia

    ResponderEliminar
  16. Estamos numa barbárie difícil de aceitar, difícil de compreender! Gente inocente, criancinhas, mulheres... terrorismo, crueldade em todos os cantos do mundo em nome das ideologias de minorias. E dizem que política é a arte de servir ao povo...A arte de negociar em nome dos povos.
    Então tá...
    Beijo, Majo!

    ResponderEliminar
  17. Um post repleto de sensibilidade... perante estes trágicos acontecimentos, que chegam ao nosso conhecimento todos os dias... e para os quais, ainda não se vislumbra sequer uma tentativa de solução concertada, levada a cabo por vários países...
    Mas há que fazer a nossa parte... e lembrar o mundo disso mesmo...
    Beijinho
    Ana

    ResponderEliminar
  18. Guerra - a prova de que o homem é o animal menos inteligente: não luta para sobreviver, luta para engrandecer...
    beijinhos

    ResponderEliminar
  19. ~~~
    MEUS QUERIDOS AMIGOS

    COMO DISSE, É IMPORTANTE FALARMOS DESTES ACONTECIMENTOS.

    É SAUDÁVEL INDIGNARMO-NOS E MANIFESTARMOS ESSA INDIGNAÇÃO

    ÀS GERAÇÕES MAIS NOVAS.

    ABRAÇOS A TODOS OS QUE INTERVIERAM.
    ~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~
    ~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Leio só hoje,tanto tempo depois. Estive ausente,Majo. Esta fotografia é a tragédia do mundo inteiro! Magnífica, dolorosa e cheia de esperança!Belo o poema de Sophia sempre sensível e a vivenciar (ao modo dela) a vida! Um beijo

      Eliminar
  20. Olá, boas...
    eu não me zango... não consigo é acorrer a todo o lado e por vezes acabo por demorar mais a chegar do que noutros, mas não é por mal... o motivo é mesmo falta de tempo e entre colocar de parte este mundo (blogosfera) ou ir andando por cá aos "soluços", tenho optado pela segunda com o seu preço... rsrsrs...
    Espero é que a Majo Dutra, não fique chateada :) Ou não me interprete erradamente!
    ...
    Quanto ao tema do post... tardam efetivamente os capacetes azuis... tudo isto, é muito complexo... existem muitos interesses pelo meio.... estamos dominados, tal como no país em que vivemos e mais não somos do que meras marionetas de supostos governantes que nos deveriam governar e mais não fazem se não se governar a eles e nos fazer pagar a fatura a nós!!!...
    Tenho dito :))))

    ResponderEliminar
  21. Impressionante esta imagem! Faz arrepiar. Guerra é o monstro que sabemos. Esperemos que um dia o Homem aprenda a entender o outro Homem! Um beijo

    ResponderEliminar
  22. Majo, ando a ficar bastante inquieta com o rumo dos acontecimentos. A(s) teia(s) é/são demasiado complexa(s) e urdida(s) com a precisão de quem não olha a meios para atingir os fins. Apesar de tanta informação, não sabemos efetivamente nada do que se passa. Somos meros peões.
    Que a esperança nos acompanhe!
    Quanto à postagem, já sabes o que penso.
    Bjo

    ResponderEliminar