sábado, 8 de abril de 2017

~ HANAMI E HAIKUS ~




Tem de baixar o som...


   «HANAMI»   
É o festival sazonal em que se observa «Sakura», as flores das cerejeiras.
São dias muito especiais, em que as pessoas convivem sob as árvores
pejadas de flores de vários tons de rosa ou branco. Passeiam, meditam,
descansam, fazem piqueniques, tertúlias poéticas e, até, casamentos.

Estendendo-se o Japão por uma latitude assaz extensa, o «Sakura» inicia-se
no Sul, em Okinawa, em princípios de Fevereiro e termina em Maio, no Norte.
Para cada zona, os serviços de meteorologia indicam as condições favoráveis a
«Sakura» que dura uma semana. As árvores são ornamentais - não frutificam. 

  «HAIKU»  
Ou , para muitos, Haikai,
lembrando que estas transcrições fonéticas são feitas para a língua inglesa.

Os poemas Haikais dos grandes mestres clássicos passarem a designar-se
Haikus a partir do século XIX e esta designação é praticada atualmente
no Japão e em muitos países, para o poema de dezassete sílabas ou sons.
Os poemas são representados numa única linha vertical, muito
diferente da apresentação ocidental das ideias a que chamam versos. 
É evidente que a tradução nem sempre respeita a métrica.

«A tradução é uma traição, e, como um autor Ming observa, no máximo,
é como o lado contrário de um brocado - todos os fios estão lá,
mas não a subtileza da cor ou da conceção.» - Okakura

Para uma informação completa consulte o excelente blogue de MJ Falcão.

  O FALCÃO DE JADE - Aqui  



«Com cerejeiras
florindo por todo o lado
saudação a Buda»
Matsuo Bachô                    
                     

«Quantas memórias
me trazem à mente
cerejeiras em flor»
Matsuo Bashô                    


«Floresce a ameixeira
e canta o rouxinol
mas eu estou só.»
Kombayashi Issa                    
      

«De tantos instantes
voltam à memória
as flores de cerejeira»
Matsuo Bashô                   


«Estrelas nos olhos
desejando ver as flores
destas cerejeiras»
Matsuo Bashô                    


«Sob as cerejeiras
a sopa e a salada
cobertas de flores»
 Matsuo Bashô                           


«Sob as amendoeiras em flor
agita-se e fervilha
a humanidade»
Matsuo Bashô                     


«Céu claro da tarde-
à sombra das cerejeiras
flores sobre as ondas» 
Matsuo Bashô                    
    

«Ah cuco!
aumentas ainda mais
a minha solidão!»
 Matsuo Bashô                   


«Noite de andorinhas-
amanhã outra vez
não terei nada para fazer»
Kobayashi Issa                    

Para si...
Paz e harmonia.



Fotos - A - B - C - D - E - F - G - H - I - J

18 comentários:

  1. Que momento de delicadeza, poético e romântico!
    Haicais, cerejeiras em flor, música adorável!
    Obrigada!
    Abraço.

    ResponderEliminar
  2. As cerejeiras em flor são um espectáculo e tanto, o que eu dava para um dia conseguir estar presente nesse festival! :) Beijinhos
    --
    O diário da Inês | Facebook | Instagram

    ResponderEliminar
  3. Que mundo maravilhoso,Majo!A música melodiosa, as lindas imagens, e ...os poeminhas, haikus, mimos que os poetas japoneses , nos ofereceram , quando a literatura japonesa estava a dar os primeiros passos, liberta da influência chinesa.Tenho, oferta deste Natal, a obra completa de Matsuo Bahxô e tenho-me deliciado. Encantou-me a sua postagem. Abraço, Majo.

    ResponderEliminar
  4. Majo
    que belíssima postagem nos traz hoje.
    gostei de tudo desde as imagens os haicais e a música.
    beijinhos
    :)

    ResponderEliminar
  5. Muito lindo, o «post»! Muito visual e com delicada beleza.
    O verdadeiro haiku é uma forma poética muito difícil.
    Obrigada pela mostra (no Falcão).
    Beijinho

    ResponderEliminar
  6. Que musica encantadora com fotos que nos transmitem paz. Muito bom. Gostei imenso. Obrigada.

    ResponderEliminar
  7. As cerejeiras em flor já por si são duma beleza que cativa, mas quando o que as rodeia possui este encanto, fascina.
    "Ondas" que embebem aromas e sabores, quando fruta.
    Parabéns com um grande abraço, querida amiga

    ResponderEliminar
  8. Minha amiga, belo post sobre essa beleza única no Japão.

    Também tinha lido no JN, com uma reportagem multimédia.

    Vou daqui a 2 dias para umas ferias pascais na Beira. Estou precisa de descansar e mudar de ambiente.

    Tudo pelo melhor.
    Beijinho,

    Ana

    ResponderEliminar
  9. Querida Majo
    A sonoridade desta melodia nos envolve e nos encanta enquanto apreciamos estas belíssimas cerejeiras em flor. Um post tão formoso que dá vontade de ficar por aqui só templando tantas belezas minha amiga
    Um beijinho doce e uma linda semana

    ResponderEliminar
  10. Parabéns, Majo, pela apresentação deste trabalho, divulgando um aspecto da surpreendente cultura japonesa. Já o conhecia, porém, nunca se pode desprezar tamanha beleza.
    Bj.

    ResponderEliminar
  11. Que beleza, amiga, que beleza!!!
    Sempre a surpreender pelo esmero e partilha de aspetos civilizacionais e culturais fantásticos! Eis mais um exemplo!
    Já tentei fazer haicais (prefiro usar esta designação); fiquei-me por uns três ou quatro; além das regras formais é preciso que o conteúdo seja coerente e eloquente, sobretudo o remate. Em suma, não tenho arte para esta arte!
    Bjo, Majo

    ResponderEliminar
  12. Uma série de amigos meus estiveram por estes dias no Japão precisamente para verem a beleza única da Sakura.
    Beijinhos, boa semana

    ResponderEliminar
  13. Uma tradição maravilhosa e de uma grande beleza já que as cerejeiras em flor são uma bênção da Natureza.
    "Floresce a cerejeira
    só para ensinar ao mundo
    seu breve florir?"
    (Den Sutejo, 1633-1698).
    Obrigada Majo por esta partilha tão poética e sensível.
    Um beijo.

    ResponderEliminar
  14. Querida Majo, este seu post respira beleza por todos os poros. Fiquei encantada! Pode ser que um dia realize o sonho de ver pessoalmente a beleza da Sakura.

    Um beijinho :)

    ResponderEliminar
  15. Oh que coincidência Majo, Hoje lhe enviei flores de cerejeiras e aqui uma linda postagem nestas estruturas de texto poético, que tanto gosto e tenho vários publicados nas quatro estações.
    Gostei com esta generosa informação.
    Bjs.

    ResponderEliminar
  16. FICO MUITO GRATA A TODOS OS AMIGOS QUE RECONHECERAM O MEU TRABALHO E FIZERAM QUESTÃO DE REGISTAR A SUA OPINIÃO, DANDO-ME O SEU INCENTIVO...
    DIAS APRAZÍVEIS. ABRAÇOS CORDIAIS.
    ~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~
    ~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~

    ResponderEliminar
  17. Era esta a informação que faltava para a consolidação do meu conhecimento sobre Haiku.
    Efetivamente a tradução acaba por ser uma "traição".
    Apesar de tudo, ainda não sou fã deste tipo de poesia.
    Beijinho e grata pelas flores :))

    ResponderEliminar