segunda-feira, 29 de agosto de 2016

Patrimómio Mundial


Música nipónica.


 «La Grand-Place» - Bruxelas 


Considero este encantador espaço, localizado no coração do centro histórico
da capital da comunidade francesa belga e capital de facto da União Europeia;
uma dos mais belas e acolhedoras praças europeias.
Está rodeada de edifícios reconstruídos mantendo a traça da Renascença Flamenga.
Do século XV, a CM - Hotel de Ville.
  A Casa do Rei, onde funciona o museu da cidade, ficou em estilo neogótico.
Pertence, desde 1998, ao Património Mundial da UNESCO.


Desde 1971, em Agosto, a praça fica coberta por alguns dias, por um vasto tapete
de begónias coloridas, espétaculo efémero que tornou-se uma tradição. 
Este ano o tapete celebrou 150 anos de relações amigáveis entre a Bélgica e o Japão.

 Conclusão do trabalho

O belíssimo projeto, que é da autoria de dois artistas, belga e nipónico,
contém elementos da cultura do país do sol nascente.

Desenho do projeto

Sobre o Japão disse-me hoje um amigo que reside em Macau:
«O Japão é deslumbrante, Majo.
 É de uma tranquilidade, asseio e civismo que impressionam.»

Vídeo não comentado.




Fontes das fotos
-- A - B - C - D --


31 comentários:

  1. Fotos lindíssimas!


    AnaVi

    filhadejose.blogspot.com
    cartashoje.blogspot.com

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Obrigada, Ana Vi, Filha de José.
      Beijo

      Eliminar
  2. Belíssimas imagens de uma não menos bela praça, por onde já passei mais que uma vez. Ao Japão nunca fui, mas os relatos de pessoas que já lá estiveram confirmam tudo quanto o seu amigo lhe transmitiu. Por exemplo, lixo nas ruas não há. Que bom não seria se por cá se passasse o mesmo. Era bom, não era?

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Não há possibilidades, ainda que mínimas de comparação, Francisco!
      Sabe que os parques e jardins são todos abertos? Incluindo o Parque
      Memorial da Paz em Hiroshima? O que eu fiquei admirada quando percebi
      que podia passear virtualmente dentro do parque usando os mapas Google!
      Queimadas como as que aconteceram por cá, são impensáveis...
      Ao lado deles, estamos praticamente ao nível dos países do 3º mundo...
      Pagamos bem caro não investir na formação pessoal e cívica da juventude.
      Beijinho, amigo.
      ~~~~~~~~~

      Eliminar
  3. É engraçado, porque acabei de ler um livro ligado ao Japão e comecei outro. Esta ideia que nos dá do Japão, é a que tenho.

    Uma boa semana, Majo.
    Beijinhos:)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. O meu amigo de Macau, Pedro Coimbra, reforça hoje as suas afirmações
      de ontem...
      Dias aprazíveis e boas leituras.
      Beijinhos, Isabel.
      ~~~~~~~~~

      Eliminar
  4. Busco na memória dos meus escritos, coisas que nos ligam ao Japão mais que a cultura belga

    lembro que um dia me chamaram a mim namban-jin

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Fiquei com os olhos em bico...
      Ainda usam esse termo?
      Não creio que seja bárbaro...
      Dias alegres...
      ~~~~~~

      Eliminar
  5. Uma bela praça Majo, que estamos sempre vendo pelo pessoal das fotografias ao redor do mundo. Ela sempre chama a atenção.E com este tapete fica mais linda ainda.
    Sobre o Japão já ouvi dizer sobre este comportamento deles no asseio.O Japão se transformou pós GG de 45 e não param de inovar e crescer.

    Bonita postagem e informação querida Majo
    Voce veio para ficar com sua linda pagina.
    Bjs na feliz semana.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Grata pelo apoio e carinho.
      Abraço e beijo de paz, amigo.
      ~~~~~~~~~~~~~~~~~~

      Eliminar
  6. O Japão impressiona, Majo.
    Nara, então, logo ao lado da linda Kyotto e da mais cosmopolita Osaka, parece um postal ilustrado ao vivo.
    Beijinhos

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Só conheço indiretamente e acho lindo.
      Imagino que ao vivo pareça um sonho encantador...
      Beijinhos, Pedro.
      ~~~~~~~~~~

      Eliminar
  7. Maravilhosa informação. Não conheço a Bélgica, nem o Japão. Talvez um dia... A música instrumental é lindíssima e acalma...
    Um beijo, minha Amiga Majo.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Grata pelo carinho, querida Amiga.
      Beijo.
      ~~~~~~~~

      Eliminar
  8. Uma postagem muito interessante. Vale a pena ler alguns textos de Venceslau de Morais sobre o Japão. Seria interessante saber o que acham do nosso País, os japoneses que nos visitam...

    ResponderEliminar
  9. Nunca li Venceslau de Morais, estou convencida que os seus livros
    são interessantes, porém, o Japão transformou-se muito após a segunda
    Grande Guerra.
    Será que os japoneses nos visitam?! Nunca os vi!
    ~~~ Abraço, amigo Manuel ~~~

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Sim. sim! Em Lisboa encontram-se facilmente.

      Eliminar
    2. Nunca me cruzei com eles...
      Será pelo sol poente? Ou pela bizarria?
      Talvez pela mesma latitude e longitude quase oposta?
      Não me parece que apreciem praia, mas sim, bons projetos.
      Grata pela atenção, Manuel.
      Abraços para si e esposa.
      ~~~~~~~~~~~~~~

      Eliminar
  10. Excelente!
    Muito obrigada, Majo, por essas informações
    que nos ligam ao passado mas também ao que
    se passa no presente.
    A Praça, lindíssima.

    Bj

    Olinda

    ResponderEliminar
  11. Agradeço o incentivo e carinho,
    estimada Olinda.
    Beijo.
    ~~~

    ResponderEliminar
  12. Tinha um comentário escrito para este post. O telefone tocou. Agora não me recordo se o enviei.
    O resultado desse projeto é fabuloso. Que talento!

    ResponderEliminar
  13. Concordo em absoluto, Catarina.
    Beijo.
    ~~~

    ResponderEliminar
  14. Que trabalho belíssimo...
    Bela partilha.
    janicce.

    ResponderEliminar
  15. Grata pelo carinho, Janicce.
    Beijo.
    ~~~

    ResponderEliminar
  16. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderEliminar
  17. Encantadores e ricos são sempre os momentos que aqui passo :)
    Bjo, minha amiga :)

    ResponderEliminar
  18. Não conheço Bruxelas nem o Japão... por isso permiti-me viajar através das suas escolhas maravilhosas, Majo, neste post fascinante!...
    Beijinhos
    Ana

    ResponderEliminar
  19. Majo
    muito interessante.
    aqui sempre se aprende muita coisa.
    beijinhos
    :)

    ResponderEliminar
  20. Que tenho a sorte de conhecer. Só que sem os tapetes de flores...

    Beijinhos floridos.

    ResponderEliminar
  21. Por Bruxelas fui feliz e gostei muito os 4 anos que lá dei aulas.
    Uma cidade à minha medida.

    beijinho

    ResponderEliminar
  22. Há coisas que transbordam os olhos, Majo.

    ResponderEliminar