***

*** PAISAGEM CULTURAL MARÍTIMA DOS AÇORES ***
A montanha e parte da Ilha do Pico vistas de uma zona elevada da ilha do Faial. As ilhas estão separadas por um estreito de 8,3 Km de largura, que é designado por Canal do Faial, expressão que deu título ao romance de Nemésio. O mar agitado prejudicou este ano as atividades da Semana do Mar.
~~ A fotografia - «Moinhos da Ilha do Faial» - é da autoria de Fernando Araújo.~~

sexta-feira, 28 de outubro de 2016

DIA MUNDIAL DA III IDADE




O  Outono  da  Vida...

«O Outono é mais uma estação de alma do que da natureza»    
Nietzche                  
     


Ilusões óticas de Salvador Dali



Não é simples envelhecer.
Já um poeta o disse.
Peregrinos do tempo,
aprenderam, pelo olhar,
o caminho do trigo maduro,
o perfil dos navios
que partem sem regresso,
a mudança das estações do ano,
a curta duração das emoções.
Mas quem se lembra da fadiga
de seus braços, agora,
que é outono em suas mãos?
Quem fez do banco do jardim
um referente da morte,
o lugar que a solidão se acoita?
Quem esqueceu, nas suas rugas,
a sábia maturidade da vida,
ou antes, um modo diverso
de olhar em direcção da noite?

Graça Pires
Ortografia do Olhar - 1996 - Daqui

 





Clique numa foto...
. . .  Fontes  . . .
A - B - C - D - 

54 comentários:

  1. Um tema para reflectir. Sobretudo para quem, como eu, já vai percorreu a maior parte do caminho.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. A maioria dos que frequentam esta página é do nível etário a que se refere, Francisco.
      Há que ir vivenciando os dias com intensidade e sei que o amigo faz por isso.
      «Carpe Diem»...
      Terno abraço.
      ~~~~~~~

      Eliminar
  2. O outono é uma estação nostalgica, pois começa a dar adeus ao sol, as folhas despedem-se das árvores, o céu esconde as estrelas e esses " até logo, adeus, até ao proximo ano " causam sempre aquela nostalgia própria das despedidas. Mas, embora aprecie o verão, tenho de concordar que tanto esta estação, quanto a próxima têm a sua beleza; assim acontece com a 3a idade, com o outono e o inverno da vida; ficaremos nostálgicos se pensarmos muito no significado esta fase da vida e por isso é melhor olharmos para o lado bom desta idade e apreciar cada dia como se fosse um belo presente que a vida nos esta a dar. E uma prova disso, é podermos recordar com saudade a música " capri c', est finit" e termos tido a oportunidade de acompanhar a carreira dessa grande senhora Catherine Deneuve, merecidamente premiada. E não é bom tudo isto? Bom foi também ter sido informada deste dia da 3a idade e do prémio atribuido à bela actriz, Não estava a par destes factos e agradeço-te a informação. Nos blogs aprende-se sempre muito. Beijinho amiga e até breve
    Emilia

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Como disse Nietzch, o outono é mais um estado de alma...
      Grata por deixares o registo da tua apreciação e abrilhantares esta página.
      Terno abraço, amiga.
      ~~~~~~~~~~~~~~

      Eliminar
  3. A alternativa a envelhecer é que é aterradora, Majo.
    Quem dera ver envelhecer o João Lobo Antunes e o Jaime Fernandes :(
    Beijinhos, bfds

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Tem toda a razão, Pedro.
      A profunda assepsia das mãos pode causar danos à pele dos médicos.
      Lamentável!
      Beijinhos.
      ~~~~

      Eliminar
  4. Estamos sempre a deparar com o assunto envelhecer-se e nos dias atuais onde leis se promulgam para fazer valer o respeito que deveria ser natural. Uma bela e feliz escolha deste poema da Graça com seu poetizar diferenciado a enriquecer o mundo da poesia, falar destes anos que se apoderam e que transferem sabedorias e entendimento. É preciso um olhar de poesia para melhor viver e entender o envelhecer.
    Gostei Majo.
    Um belo fim de semana com paz e alegria.
    Bjs de paz.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. É uma alegria ter o seu parecer, amigo.
      Desejo que os seus dias decorram com mais disponibilidade e alegria...
      Terno abraço.
      ~~~~~~~~

      Eliminar
  5. Como adoro o outono.
    Maravilhosa esta estação nomeadamente pelas cores com que enfeita a nossa envolvente!
    Bj e bom fim de semana

    ResponderEliminar
  6. Gostei de saber que aprecia o brilho e a sabedoria da III idade.
    ll; ))
    Terno abraço, amigo.
    ~~~~~~~~~~~~~~~

    ResponderEliminar
  7. Minha idade (71) é meu dia a dia... Procuro viver na intensidade da Primavera, pois o Outono sempre me espreita...
    Abraços

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Este comentário foi removido pelo autor.

      Eliminar
    2. Vivencia o Amor e produz Sabedoria e Beleza...
      Terno abraço, estimada Poetisa.
      ~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~

      Eliminar
  8. Só por si, Majo, fiquei a saber que hoje é o Dia Mundial da 3ª Idade. Andava distraído... Uma belíssima postagem com referências, todas elas, para nos levarem a pensar... Parabéns e obrigado!
    Para terminar, quero dizer que é melhor o Outono da Vida do que o "Inverno do Nosso Descontentamento"...
    O meu abraço,

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Há que vivenciar tudo com alegria e valorizar os bons momentos...
      Terno abraço, amigo.
      ~~~~~~~~~~~~~~~

      Eliminar
  9. Envelhecer não sendo fácil é possível acontecer de forma tranquila!!!
    Belas as suas reflexões...bj

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Envelhecer tranquilamente é o que eu mais desejo a todos.
      Grata por ter deixado o seu parecer...
      Beijinho.
      ~~~~

      Eliminar
  10. É a minha estação preferida. As praias estão sossegadas, as esplanadas não abarrotam de gente e o campo tem um colorido muito especial. Gosto.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Agradeço ter registado a sua opinião.
      Um outono feliz.
      ~~~~~~

      Eliminar
  11. Amiga Majo:

    Como posso ficar indiferente a este teu belíssimo post se sou uma alma de outono.
    Tiveste a sensibilidade de escolher belos poemas, belas imagens e uma melodia inesquecível.
    Não tenho receio da velhice, só receio o sofrimento e a solidão que muitas vezes lhe está associada.

    Um beijinho e bom fim de semana

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Grata pelo carinho e incentivo, estimada amiga.
      Hoje comemora-se a 3ª idade, e a 3ª estação do ano...
      O inverno é mais difícil e, sobre ele, tenho a mesma opinião...

      Beijinhos.
      ~~~~

      Eliminar
  12. Oi Majo, Fernando é para mim o supremo poeta, entre Camões, Bocage, Augusto dos Anjos e outros. Lindo o espaço e lindas postagens. Parabéns! Bom fim de semana. Laerte.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Fico-lhe reconhecida pela alegre simpatia e apoio ao meu blogue.
      Quanto aos poetas tem bom gosto. As próximas postagens serão
      sobre poetas brasileiros.
      Abraço cordial, Laerte.
      ~~~~~~~~~~~~~~

      Eliminar
  13. É um tema sempre para permanente reflexão esse 'Outono' de nossas vidas. Gostei de ver a Graça aqui com sua bela poesia, profunda e elegante. Gosto demais de Fernando Pessoa, está na linha de frente com sua poesia filosófica, atirada ao nosso colo para nos fazer pensar.
    Beijo, querida amiga.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. É muito agradável ter a sua opinião, querida Tais
      Beijo.
      ~~~

      Eliminar
  14. Amiga: esta bela e inteligente postagem (pela escolha dos textos) é uma cabal homenagem à dita 3.ª idade e, ao mesmo tempo, uma abordagem bastante completa à semântica do termo outono.
    Enquanto pudermos, há que fazer de cada dia um hino à vida, pois esta trai-nos quando menos se espera.
    BJO, Majo

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Grata pelo apoio e incentivo, querida amiga.
      Tens razão: é preciso viver intensivamente...
      BJO, Odete.
      ~~~~~~

      Eliminar
  15. O Outono da vida é uma estação maravilhosa.
    Bom fim-de-semana.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Para quem pode e a sabe viver...
      Grata pela participação.
      Dias felizes.
      ~~~~~

      Eliminar
  16. Olá, Cara Majo

    Ausente durante uns bons dias, estive sempre atenta às suas belas e oportunas postagens.

    O Outono é este misto de saudade e melancolia mas reconfortante. Nem frio nem quente, chuvoso quanto baste, as suas cores envolvem-nos num manto de elementos que já foram jovens e vitais mas que continuam a transmitir amor e serenidade. Como diz o poeta, parafraseando, tudo é composto de mudança.

    Minha querida, desejo-lhe a continuação de um belo dia.

    Beijinhos

    Olinda

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Fico reconhecida pela sua habitual simpatia, dedicada participação
      e caloroso apoio.
      Beijinhos, querida amiga.
      ~~~~~~~~~~~~~~~

      Eliminar
  17. Majo, fui no Vitorino Nemésio - maravilhoso! Não conhecia esse poeta. Muito obrigado pela apresentação tão valiosa para mim. Muito obrigado. O poema da concha é bem figurativo e lindo e o "eu vou a minha janela".... parece até um pouco Fernando... Genial... Grato. Laerte (Silo)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. O professor foi uma personagem marcante da nossa cultura no século passado,
      com grande projeção porque fez programas na TV sobre cultura portuguesa.
      Saudações cordiais, Laerte.
      ~~~~~~~~~~~~~~~~~~

      Eliminar
  18. A estação do ano de que mais gosto! A estação da vida que não me está a custar viver!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Grata pela participação, MJ.
      Continuação de dias muito agradáveis e felizes.
      Beijinho.
      ~~~~

      Eliminar
  19. as estações estão um pouco mudadas, e eu sinceramente prefiro o Verão, mas esta postagem sobre o Outono em si e o Outono em nós é algo para reflectir.
    gostei de ler aqui a Graça Pires com um belo poema que acho não conhecia embora seja uma leitora assídua da sua poesia.
    bom fim de semana.
    beijinhos
    :)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Aprecio os seus registos sinceros, estimada Piedade.
      O poema da Graça é intenso, como nos habituou.
      Beijinhos.
      ~~~~

      Eliminar
  20. Desnascemos em todos os apeadeiros das belas estações
    Bj

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. É isso, Mar...
      Não há estação própria para 'denascer'...
      Beijo, amigo.
      ~~~~~~

      Eliminar
  21. Saber aceitar o outono em nós é uma grandeza pois os dias dourados da mocidade se foram e temos pela frente o tom acobreado da experiência
    Poema belíssimos com dizeres intensos
    Uma linda semana Majo
    Beijos

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Os seus comentários são sempre lúcidos e pertinentes, estimada companheira...
      Fico grata pelo incentivo, Gracita.
      Uma semana muito agradável.
      Beijos.
      ~~~

      Eliminar
  22. Querida madrinhamiga

    O prometido é devido. O meu primeiro comentário vem aqui parar para te dizer que não gosto da mudança de hora - donde não gosto de Outubro, mas gosto um poucochinho do Outono. Deste Outono que aqui apresentas gosto mesmo; gosto de tudo: do nosso Pessoa; do Dali; do Cortazar; do Nietzche e sobretudo da NOSSA Querida Gracinhamiga de quem sou um fã "incorrigível"...

    Mais uma vez doseias à medida tudo aquilo que escolhes para mostrar às gentes o teu Outono; fazes bem e faze-lo bem. Desta feita quase me convences gostar um poucochinho mais deste Outono... :-)

    Bjs da Raquel e qjs do afilhado Henrique, o Leãozão

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Fico sensibilizada e gratíssima pelo afetuoso carinho e incentivo que me dedicas, estimado afilhado.
      Estou contentíssima por estares melhor e desejo que a tua total recuperação seja muito breve.
      Sabes que tenho um carinho especial por ti, apesar do tal senão - quando desatas a 'falar' como se estivesses na caserna...

      Um Outono feliz para todos nós...

      Abraços e beijinhos para ti e 'tua' simpática Raquel.
      ~~~~~~~~~~~

      Eliminar
  23. Para os vivos, o outono da vida é uma inevitabilidade...
    Magnífico post, minha amiga.
    Majo, tem uma boa semana.
    Beijo.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Que deve ser vivida de forma intensa, agradável e simpática.
      Grata pelo incentivo, Jaime.
      Beijo amigo.
      ~~~~-

      Eliminar
  24. QUERIDOS AMIGOS, É PRECISO VIVER A III IDADE COM OTIMISMO, PORQUE, PELA ORDEM NATURAL

    NÃO É A ÚLTIMA, PORÉM, POR SER A PENÚLTIMA, DEVE SER VIVIDA COM IMTENSIDADE, CARINHO,

    ALEGRE SERENIDADE E, SOBRETUDO, BOM HUMOR...

    A TODOS ABEAÇOS DE SINCERA E TERNA AMIZADE.
    ~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~
    ~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~

    ResponderEliminar
  25. Que seja um tempo de vida com qualidade de vida!
    Uma seleção oportuna e cuidadosa, como é seu hábito :)
    beijinhos

    ResponderEliminar
  26. Grata pelo apoio e por ter deixado, o seu raio de luz, Graça.
    Beijinhos.
    ~~~~

    ResponderEliminar
  27. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderEliminar
  28. Envelhecer... um processo que não é fácil de viver, nem de aceitar, para ninguém... mas ainda assim... é a única forma possível de continuarmos vivos... e há sempre motivos, para se continuar a andar por cá... mesmo quando a vida nos dói... é sinal de que continuamos vivos... e talvez mais humanos... do que quando fomos mais novos...
    Um post repleto de escolhas fabulosas, Majo! Que ilustraram de uma forma magnifica, tema tão sensível... e que nos acabará por tocar a todos... de contrário... será muito mau sinal...
    Beijinhos! Continuação de uma boa semana!
    Ana

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Uma participação, como sempre, calorosa e inteligente.
      Beijinhos, querida amiga.
      ~~~~~~~~~~~~~~~~~

      Eliminar
  29. Para celebrar o Outono, a amiga Majo, trouxe aqui uma galeria de notáveis, todos muito bem enlencados. Mas, do que gostei a valer foi ver aqui a Graça Pires, de quem gosto muito.
    Abraço amigo.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. É muito agradável ter o seu parecer, Agostinho.
      Abraço, amigo.
      ~~~~~~~~~

      Eliminar
    2. É muito agradável ter o seu parecer, Agostinho.
      Abraço, amigo.
      ~~~~~~~~~

      Eliminar