***

*** CORES DE OUTONO NO ALTO DOURO VINHATEIRO ***
Património da Humanidade, estatuto atribuído pela UNESCO em dezembro de 2001, como Paisagem Cultural.
É um lugar com características geológicas e um microclima peculiares, onde se produz o Vinho do Porto e se fabrica vinho há 2 000 anos...
~~ A autoria da foto é do amigo Rui Jorge Pires, administrador do blogue Olhar de Ouro ~~

quinta-feira, 30 de março de 2017

~ EDELWEISS ~








É por esta altura do ano, que começam a aparecer entre os rochedos,
calcários alpinos - acima de uma altitude de 1 700m - uma pequena flor, a
«Edelweisse», muito apreciada porque anuncia a chegada da Primavera.

Pertence à família das Asteráceas e está coberta por uma penugem que a
protege do frio. Estende-se por territórios de cinco países e dois principados,
porém, este nome é alemão, significando «edel» nobre e «weisse» branco.
É a flor nacional da Áustria, pelo que, foi composta sobre ela a canção
que acompanhou o musical referente à saga da família austríaca, Trapp.


The Sound of Music

Tradução comentada.



Desejo a todos...

Uma Primavera - ou um Outono - excelente e aprazível...

De acordo com a vossa situação geográfica...

Abraços cordiais.
Poema - X
Fotos - A B - C  

terça-feira, 28 de março de 2017

~ O IMPERADOR




Tema da Antártida


«L'empereur»

 é a longa-metragem do mesmo realizador do documentário
de A Marcha dos Pinguins - Luc Jacquet - que está se estreando
nas salas de cinema francesas.



Desde sempre, os cientistas manifestaram imensa curiosidade sobre
o modo como estas aves conseguem sobreviver em condições extremas.
É impressionante verificar as adaptações fisiológicas que possibilitam
as condições resilientes indispensáveis, sendo a taxa de mortalidade
muito baixa, apesar dos muitos predadores. Não resistem ao calor,
pelo que, são muito sensíveis a alterações climáticas.

As imagens e trailer são do documentário de 2004.

O acasalanento

Os machos resistindo ao inverno e chocando o ovo,

Trailer do documentário.


Os bebés na Primavera esperam as mães vindas do mar.

A mamã chegou e o pai tem que partir...

O novo filme
«L'empereur» - notícias em vídeo - aqui.


Beijos de amor...

Fotos - A - B - C - D - E - F

domingo, 26 de março de 2017

HOMENAGEM A EUNICE MUÑOZ

                 
    

A atriz vai receber hoje - como tributo de 75 anos de carreira
- a Máscara de Ouro, no Teatro Maria Vitória.

Muitas comemorações realizam-se hoje e amanhã, pelo país, celebrando
 o Dia Mundial do Teatro

Foi sempre uma excelente profissional.

~~ * ~~

Alguns dos seus papéis mais relevantes dos últimos tempos.

«Miss Daisy» - uma pequena entrevista - aqui

«Spot» - veja

«O comboio da madrugada» . 2011 - Cena - veja
Foi mais um dos papéis difíceis da sua carreira, essencialmente porque
a personagem de 83 anos, apaixona-se por um jovem de 25.


   
Fotos - A - B - C - D E

sexta-feira, 24 de março de 2017

NUNCA ANDARÁS SÓ...



A primavera pregou-nos uma partida e deixou voltar o frio...

Eu sempre disse, durante o transato inverno primaveril, que não
iríamos ter primavera, mas tinha muita esperança de me enganar...
Ontem nevou na Fóia - o ponto mais alto da serra algarvia de
Monchique, um episódio que acontece muito raramente na primavera.
Porém, nunca nos falte a esperança.. Com ela nunca andaremos sós.



«A esperança é uma arma poderosa
e nenhum poder do mundo pode privar-te dela.»

Nelson Mandela


 


«A verdadeira esperança é uma qualidade,
uma determinação heróica da alma.
E a mais elevada forma de esperança
é o desespero superado.»

 Gerrges Bermanos


Tradução

Apesar dos pesares, para portugueses e brasileiros,
um caloroso fim de semama.

Poema A
Foto de autor desconhecido. - B

terça-feira, 21 de março de 2017

~ ÁRVORE E POESIA ~

                               


No  Seu  Dia  Internacional Comum..                                                     






~~ Plantar uma floresta ~~

Quem planta uma floresta
Planta uma festa.

Planta a música e os ninhos,
Faz saltar os coelhinhos.

Planta o verde vertical,
Verte o verde,
Vário verde vegetal.

Planta o perfume
Das seivas e flores,
Solta borboletas de todas as cores.

Planta abelhas, planta pinhões
e os piqueniques das excursões.

Planta a cama mais a mesa.
Planta o calor da lareira acesa.
Planta a folha de papel,
Mais a girafa do carrocel.

Planta barcos para navegar,
E a floresta flutua no mar.
Planta carroças para rodar,
Muito a floresta vai transportar.
Planta bancos na avenida,
Descansa a floresta de tanta corrida.m

Planta um pião
Na mão de uma criança:
Assim a floresta ri, rodopia e avança.

Luísa Ducla Soares

Do livro, A Gata Tareca e Outros Poemas Levados da Breca
Lisboa -Teorema - 1990

A minha sugestão de leitura para vossos queridos filhos ou netos...
Assim se aprende a amar a Poesia.
Porém, é necessário ensinar o dever de proteger as floresta e a reciclagem
de papel e madeira é um bom processo de incentivar o espírito ecológico.  
O Homem Que Plantava Àrvores
 é um conto de Jean Giorno - ótimo e profícuo escritor do seu tempo.
Teve uma vida complicada e pródiga em vicissitudes que o marcaram.
Possui um resumo biográfico razoável na Wikipedia de Língua Francesa.
Nunca cobrou direitos de autor por este conto, que se tornou conhecido
mundialmente e passou a fazer parte de todas as bibliotecas escolares.
Tem contribuído muito para a formação ecológica de sucessivas gerações.

Baseado neste conto, foi produzido por um realizador e equipa canadense
este filme que ganhou o Óscar para curta-metragem de animação, em 1988.


Fontes das fotos
A - B - C

segunda-feira, 20 de março de 2017

CELEBRANDO A PRIMAVERA





Com pinturas de Claude Monet e citações
da prosa poética de Cecília Meirelles

A Primavera
1872 - Museu de Baltimore

«A Primavera chegará, mesmo que ninguém mais saiba o seu nome,
 nem acredite no calendário, nem tenha jardim para a receber.»

Efeito da Prinavera em Giveerny - 1890 - Privado

«Finos clarins que não ouvimos, devem soar por dentro da terra,  nesse
mundo confidencial das raízes - e arautos sutis acordarão
 as cores e os perfis e a alegria de nascer, no espírito das flores.»

Sob os álamos - 1887 - Galeria Nacional de Estugarda

«E só os poetas, entre os humanos, sabem que uma Deusa chega
coroada de flores, com vestidos bordados de flores, com os braços
carregados de flores e vem brincar neste mundo
 cálido de incessante luz.»

Campo com choupos - 1890 - Museu de Belas Artes - Boston

«Mas é certo que a primavera chega. É certo que a vida não se esquece
e a terra maternalmente se enfeita para as festas da sua perpetuação.»

Pradaria perto de Ventheuil - 1879 - Coleção privada

«Vozes novas de passarinhos começam a ensaiar as árias tradicionais de
 cada nação. Pequenas borboletas brancas e amarelas apressam-se pelos
ares e certamente conversam, mas ninguém as escuta, nem entende.»

Na pradaria - 1876 - Coleção privada


«Os casulos brancos das gardénias ainda estão sendo enrolados
em redor do perfume. E flores agrestes acordam com 
sua roupa de chita multicolor.»

Magens do Sena em Ventheuil - 1880 - Museu Metropolitano NY

«Tudo isto para brilhar um instante, apenas, para ser lançado
 ao vento, - por fidelidade à obscura semente, ao que vem
na rotação da eternidade.»

A casa do artista em Argenteuil - 1874 - Instituto de Arte em Chicago

«Ecutemos essas vozes que andam nas árvores... que conservam
seus sentimentos antigos; lentamente a eufórbia se vai tormando
em pulquérrima, em cada coroa vermelha que desadobra.»


O Jardim do Artista em Giverny, 1900, Galeria Univ Yale

«Saudemos a primavera, dona da vida e - efémera.»

Extraído do livro - Obra em Prosa - Volume I            
Não vejo nenhum motivo para estragar a poesia deste dia
com o triste índice de felicidade do nosso país...
~~ * ~~ * ~~ * ~~

domingo, 19 de março de 2017

~ HOMENAGEM AOS PAIS



Este ícone ortodoxo emociona-me.
Dia de S José

A todos, um dia muito especial, em memórias e júbilo.


       ~~ Balada para Adeline ~~

Foi criada por Paul de Senneville, para celebrar o nascimento de sua filha.
Paul era jornalista, com o dom especial de criar música, sem a saber escrever
- chamam-lhe melodista - ele trauteia, grava e entrega a escrita a um músico.
Na altura, já tinha parceria com o compositor e produtor Olivier Toussant
e foi este que convidou o, então, jovem pianista Richard Clayderman
para compor um arranjo harmonioso, doce e suave como pretendiam...
Foi imediatamente um grande sucesso musical que catapultou a carreira
dos três músicos, levando-os à fama e estrelato... Decorria 1976...
Adeline, bebé, ficou célebre.




          ~ Vendo-a sorrir ~

Filha, quando sorris, iluminas a casa
Dum celeste esplendor.
A alegria é na infância o que na ave é asa
E perfume na flor.

Ó doirada alegria, ó virgindade santa
Do sorriso infantil!
Quando o teu lábio ri, filha, a minha alma canta
Todo o poema de Abril.

Ao ver esse sorriso, ó filha, se concentro
Em ti o meu olhar,
Engolfa-se-me o céu azul pela alma dentro
Com pombas a voar.

Sou o Sol que agoniza e, tu, meu anjo louro,
 És o Sol que se eleva.
Inunda-me de luz, sorri, polvilha de oiro
O meu manto de treva.

 Guerra Junqueiro 
Poesias Dispersas 


~~ Alegre e feliz Domingo ~~

Abraços cordiais, Amigos.




Fontes - 

sexta-feira, 17 de março de 2017

~ ÁGUAS DE MARÇO ~




Felizmente, para mim, elas encerram o Inverno...


E são uma promessa de Vida no meu coração...



Ótimo fim de semana.


«Se algo insiste em não estar bom
para si, não insista mais...
Pegue no seu boné e ''on the road''.
Sempre haverá outras pessoas,
outros lugares, outros trabalhos,
outras paixões que parecerão para
toda a vida... Outros projetos...
Melhores, piores
ou simplesmente diferentes
daqueles aos quais se habituou.»

Jorge Luis Borges
Abraços cordiais.

quarta-feira, 15 de março de 2017

~ «ARTE POÉTICA» ~


~~ Poetas de Sempre ~~
 




Da obra, Bicho Harmonioso, Vitorino Nemésio, 1938

Miradouro da Serra do Cume - ao fundo a cidade da Praia da Victória  da ilha Terceira.


À beira de água fiz erguer o meu Paço
De Rei-Saudade de distantes millhas:
Meus olhos, minha boca eram as ilhas
Pranto e cantiga andavam no sargaço.
... ... ...
Crepúsculo na cidade da Praia da Victória, Açores

                    Arte Poética
A poesia do abstrato?
Talvez.
Mas um pouco de calor,
A exaltação do momento,
É melhor.
Quando sopra o vento
Há um sopro na lufada;
Quando o fogo alteou
A primeira fogueira,
Apagando-se fica alguma coisa queimada.
É melhor!
Uma ideia,
Só como sangue de problema;
No mais, não,
Não me interessa.
Uma ideia
Vale como promessa.
E prometer é arquear
A grande flecha.
O flanco das coisas só sangrando me comove,
E uma pergunta é dolorida
Quando abre a brecha.
Abstrato!
O abstrato é sempre redução.
Secura.
Perde;
E diante de mim o mar que se levanta é verde:
Molha e amplia,
Por isso, não:
Nem o abstrato nem o concreto
São propriamente poesia.
A poesia é outra coisa.
Poesia e abstrato, não.



Fontes - A - B - C