quinta-feira, 26 de janeiro de 2017

~ LA LLUVIA

                                  


O bandeneón de Carlos Buono que interpreta a música composta
pelo ilustre Astor Piazzola parece, mesmo, dizer «Adiós noninho»...
A música foi composta dias depois da morte de seu pai nascido em Itália,
a quem o neto, seu filho, chamava «noninho» - avozinho em italiano.
Piazzolla considerava este tango a sua obra-prima neste género musical.
Era amigo de Jorge Luis Borges e com ele fez parcerias poético-musicais.


«Hometown Memories» - Thomas Kinkade - temas «vintage»


Soneto de Nostalgia e Saudade de Jorge Luis Borges


A minha tradução
               A Chuva
O dia subitamente ficou clareado
Porque a chuva já cai minuciosa.
Cai ou caiu. A chuva é uma coisa
Que sem dúvida acontece no passado.

Quem a ouve cair tem recuperado
O tempo em que a sorte venturosa
Revelou-lhe uma flor chamada rosa
E a tão curiosa cor do encarnado.

Esta chuva que vai cegando vidros
Alegrará em subúrbios perdidos
Negras uvas de uma cepa em ignoto

Pátio que já não existe. A molhada
Tarde traz-me a voz, a voz desejada,
De meu pai que volta e não está morto.


Foto do Pinterest

sexta-feira, 20 de janeiro de 2017

TOMBE LA NEIGE...





Algumas obras de Claude Monet e um poema.

«La charrete...» - 1867 - Musée d'Orsay - Paris

«La pie» - 1869 - Músée d'0rsay - Paris

A pega - há sempre uma ave que resiste...

«Argenteuil sous la neige» - 1874 - Nelson-Atkins Museum - USA 

«Rue sous la neige, Argenteuil» - 1875 - Nacional Gallery - Londres

Poema

«Water is thougth by thirst.
Land - by the Oceans passed.
Transport - by the throe -
Peace - by its battles told -
Love, by Memorial Mold -
Birds, by the Snow.»

Emily Dickinson - 1830/1886 - Amsherst - USA

«Coucher de soleil sur la neige à Lavacout» - 1879 - Municipal Gallery Dublin

Tradução

«A água ensina-se pela sede.
A terra - pelos oceanos passados.
O extase - pela aflição -
A paz - pelos combates narrados -
O amor, pela cinza da memória -
Os pássaros, pela neve.»
~~ * ~~

«Les Glaçons» - 1880 - Museum of Shelburne - NS - Canadá

«La Déblaque» - 1880 - Palais des Beaux-arts - Lille

«Le train dans la neige», 1874. Marmottan, Paris 


«Neve ou não neve onde há amigos a vida é leve.»
Alice Ruiz             

Imagens da Wikipedia

domingo, 15 de janeiro de 2017

DIA INTERNACIONAL DO COMPOSITOR


Nunca é tarde para homenagear
 um poeta e compositor musical... muito especial.


 
  Compôs os poemas, musicou-os e cantou-os...  
«Dance to me to the end of love» é uma canção sobre o Holocausto.
Leonard era canadiano, filho de pais polacos judeus.
 Apesar de ter sido ordenado monge Zen, manteve-se sempre fiel ao judaísmo.
De cerca de quarenta prémios que recebeu como tributo pela literatura
 e composição, estão os títulos de Companheiro da Ordem do Canadá em 2003,
Grande Oficial da Ordem Nacional do Quebec em 2008
e o Prémio Príncipe das Astúrias 2011.
  Esta canção foi escrita em 1984, no seu cinquentenário.
De acordo com o que contou numa das suas entrevistas, a necessidade
 de a escrever surgiu quando tomou conhecimento de um fato insólito
 passado num campo de extermínio.
Um quarteto de cordas foi coagido a tocar música clássica enquanto
os familiares e companheiros eram mortos e cremados...   

Dance me to the end of love - Pintura do artista plástico natural da Escócia, Jack Vettriano


 Cohen with the burning violin... 



~~ Comentado e legendado ~~

Imagens e cenas escolhidas de modo aleatório.
~~ Motivo ~~

«Eu canto porque o instante existe
e a minha vida está completa.
Não sou alegre nem triste,
sou poeta.

Irmão de coisas fugidias,
não sinto gozo nem tormento.
Atravesso noites e dias
no vento.

Se me desmorono ou edifico,
se permaneço ou me desfaço,
- não sei, não sei. Não sei se fico
ou passo.

Sei que canto. E a canção é tudo.
Tem sangue eterno e asa ritmada.
E um dia sei que estarei mudo:
- Mais nada»

CECÍLIA MEIRELES
Consta que tinha um humor
refinado e manteve-o até o fim.

Fontes
A canção - X
Pintura  -  A
Poema    -  C

quinta-feira, 12 de janeiro de 2017

GUERRA E PAZ


A obra que Candido Portinari ofereceu à ONU - NY 









   Perante a guerra, a harmonia pela música...  

Notícia em vídeo 


Ode à Paz - Introdução

Pela verdade, pelo riso, pela luz, pela beleza,
pelas aves que voam no sorriso de uma criança,
Pela limpeza do vento, pelos actos de pureza,
Pela alegria, pelo vinho, pela música, pela dança,
...  ...  ...  ...

Natália Correia

                                    
Clique sobre uma foto.
As fontes...
A - B - C - D - E

quarta-feira, 11 de janeiro de 2017

As Bodas de Aznavour


Charles e Ulla Aznavour, celebram hoje as suas
 Bodas de Ouro.

  Tradução Aqui  

                              Há cinco anos, surgiu-me a necessidade de verificar a idade do cantor e prossegui
                              em  pesquisas por curiosidade, chegando à conclusão que tinha acabado de fazer
                              45 anos de casado com a 3ª esposa. Lembro-me que comentei com amigos, por via
                              eletrónica e coloquei a questão sobre a possibilidade de chegar a celebrar as suas
                              bodas de ouro.        
                              Aconteceu felizmente, Charles Aznavour - aos 92 anos - faz hoje o cinquentenário
                              do casamento com o grande amor da sua vida, a sueca Ulla Thorsell.
                              Filho de artistas arménios imigrados em França, o cantautor sempre frequentou
                              o meio artístico, onde teve inúmeros «affairs»... Casou muito cedo, aos 22 anos e
                              divorciou-se cerca de dez anos depois.
                              O segundo casamento durou menos... Aos 42 anos estava no auge da sua carreira,
                              quando conheceu Ulla de 22 anos... As suecas estavam na moda, pelo que, poucas
                              pessoas devem ter acreditado que a paixão se convertesse em amor...
                              Correram o risco e casaram-se em Las Vegas, tiveram um trio de crianças e, sim,
                              foram muito felizes.
                              Por enquanto não há nenhuma notícia da celebração, com a qual me congratulo.
                              Ulla foi sempre muito reservada, pelo que,  manteve os media fora de qualquer
                              hipótese de aproximação.             
















P a r a b é n s !


terça-feira, 10 de janeiro de 2017

sábado, 7 de janeiro de 2017

TRIBUTO A MÁRIO SOARES

~~~ Alguns dos seus pensamentos ~~~



                       
                      




«Eu sou contra todas as ditaduras e a favor da liberdade
Sem liberdade política, nada se passa, só se entra, a prazo, em estado decadente.
O grave é que pode haver recuos civilizacionais.
No passado, como a história nos ensina, já houve muitos.»            
~~ 2011 ~~

             

«Os Estados não se avaliam pelo dinheiro que possuem,
 mas sim pela sua história e pela sua gente.
Nesse sentido, Portugal não se pode considerar um país pobre, antes pelo contrário.»



P||E




                  

~~~ * * * * * * * ~~~

«O Estado Social é indispensável para que a economia funcione.
Os anos de progresso da Europa aconteceram porque tinha um Estado Social.
Não foi por mais nada.»
«Eu acredito que o Mundo vai se aperceber com a crise de algumas questões fundamentais.
Que o sistema tem de mudar, temos de avançar num sistema social a sério,
num sistema ambiental a sério e que, para o bom funcionamento da economia, é preciso
que os trabalhadores tenham uma palavra a dizer e sejam tratados com dignidade.»

 ~~ * ~~

«A crise do euro não é só financeira e económica, é também social, política, ética e ambiental.
O neo-liberalismo, a idealogia que provocou a crise contra as pessoas e em favor do dinheiro,
está moribunda e não vai poder perdurar muito.»
~~ 2013  ~~